13 de Novembro de 2019,

Economia

A | A

Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 17h:21 | Atualizado:

SUCESSO

Florais Safira vende 60% dos lotes no lançamento

floraissafira.jpeg

 

Avenidas compartilhadas, coworking, pet park, pomar e horta. Esses são alguns dos diferenciais únicos do condomínio Florais Safira, lançado pela Ginco Urbanismo no último sábado (19), no restaurante Coco Bambu, em Cuiabá. Sessenta por cento do empreendimento foram comercializados.

Maxwell Evangelista adquiriu um lote, indicou para a mãe e um amigo, que também escolheram um terreno no mais novo empreendimento residencial da Ginco. “Eu comprei para a minha família, estou vendo as condições de pagamento e parcelas. A minha mãe também escolheu um lote próximo à minha unidade para ficar perto da minha filha bebê. Eu indiquei para um amigo, que vai escolher o lote dele. Resolvemos investir para construir minha casa do jeito que eu quero, com espaço para minha filha crescer”, afirma.

O Florais Safira é um condomínio residencial com diferenciais exclusivos, como fontes interativas, vias compartilhadas, lounge gourmet, espaço para feiras e eventos, vídeo monitoramento 24 horas, energia solar, além de mais de 33 mil metros quadrados de área de preservação permanente. De acordo com o diretor presidente da Ginco, Julio Braz, o Florais Safira vem para deixar uma marca naquela região, em conjunto com o Dubai.

“Esse é um empreendimento pensado para as famílias, com o propósito de promover o convívio e o relacionamento entre as pessoas. Preparamos essa fase há algum tempo com a missão de ser um condomínio na medida em que as famílias precisam e com diferenciais únicos que só são encontrados na Ginco”, relata.

Danubia Souza, farmacêutica bioquímica, conta que está em Cuiabá há 5 meses e viu a oportunidade de investir em algo próprio. “O metro quadrado do lote está com preço muito bom nesse lançamento, é um investimento a longo prazo e eu posso construir algo do jeito que eu quero. Pesquisei muito sobre os condomínios aqui em Cuiabá e identifiquei a Ginco com melhor custo benefício”, relata.

Devido ao enorme potencial do Florais Safira, boa parte dos lotes já havia sido vendida antes no lançamento, aponta o gerente comercial da Ginco, Anderson Richard. “O desafio agora é encaixar cada cliente no lote desejado devido ao enorme sucesso que é o Florais Safira, hoje, já com 60% dos lotes vendidos. Um empreendimento que caiu no gosto das pessoas e superou nossas expectativas”, destaca.

Além da área de preservação permanente, piscinas, quadras de tênis, o Florais Safira oferece para os moradores um clube de lazer completo. A gerente de marketing Antonielly Sartori confirma que o empreendimento faz parte do espírito inovador da Ginco. “O lançamento online não tem volta mais porque o cliente gostou muito dessa inovação e é uma forma da Ginco acolher e atender o cliente a distância”, relata.

 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Felipe | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 15h30
    3
    0

    Essa matéria está ótima pra "Conto da carochinha", Não sei como conseguem manter as vendas desses empreendimentos imobiliários em Cuiabá, esses caras são verdadeiros mágicos, bem assim como os vendedores de carros, fica parecendo que a renda per capta por aqui é em EURO ou em DOLLAR. De qualquer forma eles estão fazendo a parte deles pois como se sabe de antanhos, a propaganda é a alma do negócio e eu se tivesse dinheiro também compraria um para mim, outro para minha mãe, outro para minha tia, outro para meu tio e outro para meu vôzinho... depois passaria as informações para meus queridos amigos comprarem também...

  • andre | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 08h39
    6
    0

    kkkkkkkkkkk, só milionário em Cuiabá, cidade praticamente sustentada por servidores públicos e agregados, e num passe de mágica conseguem construir e comprar imóveis acima de 1 milhão de reais, mas também, os moradores dos florais os mais célebres quase que constantemente mudam de estadia para o Centro de Custódia. A ginco superfatura o seus empreendimentos, um lote desse se o cara comprar nesse preço não consegue mais vendê-lo e não vai ter lucro, só se tiver esquema para passar para frente, caso contrário vai ficar com essa bucha p resto da vida, olhem o primor das torres e o florais em VG, o negócio tá parado, todo mundo devolvendo e repassando, pois foram iludidos nessa questão de valorização, o efeito foi o contrário, só desvalorizou, já esse na estrada da guia, é tudo lavagem de dinheiro e maracutaia, na verdade, CUIABÁ VIVE UMA BOLHA IMOBILIÁRIA INFLACIONADA PELA CORRUPÇÃO QUE FOI GENERALIZADA, mas fazer o que né, quem tem dinheiro, não investe em Cuiabá, é mais barato e mais viável investir em Florianópolis do que em Cuiabá.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS