20 de Agosto de 2019,

Entrelinhas

A | A

Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 12h:03 | Atualizado:

CELSO TATOO

Morre pioneiro na tatuagem em MT

celso-tatoo.jpg

 

O domingo (21) da contracultura mato-grossense foi marcado pela morte de um dos primeiros tatuadores a aparecerem em Cuiabá, ainda nos 1980, Celso Reyes, o Celso Tatoo. Fluminense de Três Rios (Rio de Janeiro), morou durante praticamente toda a vida adulta em Cuiabá e tem trabalhos marcados nos corpos de várias figuras das primeiras gerações das bandas de rock locais e até de artistas plásticos reconhecidos em todo o mundo, como Clóvis Irigaray.

Tinha 53 anos e a causa da morte foi o rompimento de uma úlcera gástrica que havia causado complicações há pouco tempo, quando ele passou por uma cirurgia após o agravamento gradativo da doença diagnosticada há cerca de cinco anos, quando ainda residia aqui (ele se mudou para um sítio em sua terra natal meses depois).

Vinha periodicamente visitar os amigos e estava prevista presença na feira de tatuagem que acontece na segunda quinzena de agosto. Deixou dois filhos adultos e namorada. A cerimônia fúnebre está acontecendo em Três Rios e o sepultamento ocorrerá na tarde desta segunda-feira (22).

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Marcelo Castro | Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 16h52
    1
    0

    Apesar de vascaína era sangue bom!

  • Rock Cuiabano | Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 12h27
    6
    0

    Querido... sentimentos.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS