12 de Agosto de 2020,

Artigos

Entrelinhas

A | A

Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 22h:29 | Atualizado:

SEM RUMO

PSD vive dilema eleitoral em MT

neurilanfraga.jpg

 

Na matemática dois mais dois tem que dar um. Já na política os cálculos variam conforme o interesse de quem faz a conta. Tomamos como exemplo o PSD, partido comandado por Carlos Fávaro em Mato Grosso. 

Pelos cálculos do governador Pedro Taques a maioria do partido quer continuar a apoiá-lo em 2018. Já para o presidente da AMM e um dos principais nomes da agremiação, Neurilan Fraga, a conta é outra. 

Segundo Neurilan Fraga a maior parte dos filiados do PSD quer desembarcar do governo Taques e partir para a disputa em outubro com Carlos Fávaro como candidato ao governo. A matemática não bate! 



Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Marcelo Santos | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 08h07
    8
    0

    Dois mais dois é quatro! !!!

  • João | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 05h13
    9
    0

    Dois mais dois tem que dar um, kkkkk

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS