04 de Agosto de 2020,

Entrelinhas

A | A

Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 14h:58 | Atualizado:

RESPIRADOR FALSO

TJ julga HC de empresário golpista

respiradoresfalsos.jpg

 

Preso por vender respiradores falsos à prefeitura de Rondonópolis (212 quilômetros de Cuiabá), o empresário Ramos de Faria e Silva Filho terá habeas corpus julgado nesta quarta-feira pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. O relator do caso é o desembargador Pedro Sakamoto, que já negou pedido de liberdade dele em caráter liminar. Agora, será julgaado o mérito do habeas corpus.

Ramos de Farias está preso desde 1º de maio, após vender ventiladores pulmonares falsos para a prefeitura de Rondonópolis. Os equipamentos deveriam ser utilizados no combate à Covid-19. Segundo as investigações, a prefeitura comprou 22 respiradores pelo valor de R$ 4 milhões. Porém, quando as caixas foram abertas veio a surpresa: se tratavam de equipamentos falsos, que não servem para auxiliar pacientes contaminados com a Covid-19.

As investigações apontaram os responsáveis pela fraude. Além da prisão do empresário, foram bloqueados cerca de R$ 3 milhões de suas contas.

 



Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Analista Político | Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 15h57
    4
    1

    Solta o coitado, ele corre risco de Covid-19 no presídio, lamentável.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS