11 de Agosto de 2020,

Esporte

A | A

Sábado, 27 de Janeiro de 2018, 17h:12 | Atualizado:

Com relação desgastada, Fred já pode rescindir com Cruzeiro

A multa de R$ 10 milhões cobrada pelo Atlético por causa da rescisão de Fred causa grande desconforto nos bastidores do Cruzeiro. Isso porque o clube celeste se comprometeu a fazer o pagamento, mas até agora não quitou o débito.

Fred deixou o Atlético no dia 23 de dezembro e assinou com o Cruzeiro. Antes de fechar contrato, o jogador se resguardou. Ele sabia que uma cláusula firmada com o time alvinegro garantia que, se caso assinasse com o clube celeste, teria de pagar uma multa de R$ 10 milhões. Com isso, o atleta informou o valor ao Cruzeiro e ouviu da diretoria que se tornaria o real devedor.

Na cláusula, o atacante teria de fazer o pagamento no dia seguinte a sua regularização na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Isso aconteceu no dia 16 de janeiro, entretanto, até hoje o problema não foi resolvido.

A situação causa desconforto entre Fred e a diretoria. O jogador está documentado e espera que a situação seja resolvida o quanto antes. No entanto, já existe a possibilidade do jogador deixar o Cruzeiro. A informação foi revelada pelo jornal OTempo e confirmada pela Gazeta Esportiva .

Fred está insatisfeito com a situação. Quando assinou com o Cruzeiro, existiu a promessa e tudo foi colocado em contrato, que nada disso desgastaria a imagem do jogador, algo que vem acontecendo.

Em um dos documentos, Fred pediu ao Cruzeiro que a situação fosse resolvida de forma tranquila.

"Diante dessa situação (da multa cobrada pelo Atlético), vossas senhorias (Wagner Pires de Sá e Itair Machado, presidente e vice do Cruzeiro) tenham interesse em prosseguir em conversas para uma possível contratação, eu gostaria de estabelecer desde logo que eu só me disporia a seguir para o Cruzeiro com o compromisso irrevogável e irretratável de que o Cruzeiro será o único responsável pelo pagamento da multa estipúlada pelo Atlético, devendo me manter indene a todo momneto e nunca me colocar como obrigado por esse pagamento… Fora isso, não me agradaria a circunstância de celebrar algo no dia de hoje para entrar em um litígio amanhã. Desse modo, seria necessário para mim também que o pagamento da penalidade fosse feito sem qualquer tipo de discussão com o Atlético, por parte minha ou do Cruzeiro", colocou em documento assinado por Fred, Wagner Pires e Itair Machado.

O Cruzeiro, no entanto, pediu mais tempo. Em conversa com a Gazeta Esportiva há mais de uma semana, o clube disse que daria um posicionamento. Nessa sexta-feira, o clube pediu novo prazo. Em contato com a assessoria de imprensa do clube, a Gazeta ouviu que, "se caso o jurídico do Cruzeiro entenda que será necessário fazer o pagamento, o Cruzeiro vai arcar".

Pouco depois de anunciar o jogador, o vice-presidente do Cruzeiro, Itair Machado, garantiu que já tem o dinheiro para fazer o pagamento, fruto de doações de empresários cruzeirenses. Na época, o time celeste disse ainda que se não fosse fazer o pagamento o dinheiro seria destinado para outras dívidas.

Desde sua regularização junto a CBF, o jogador já fez três jogos e não marcou gols.

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS