07 de Julho de 2020,

Artigos

Esporte

A | A

Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h:46 | Atualizado:

Flamengo perde 20 mil sócios-torcedores desde quarentena

O Flamengo voltou aos treinos, se prepara para uma eventual retomada das competições, e com isso uma questão ressurge: como ficarão os sócios-torcedores? O clube perdeu cerca de 20 mil membros do programa Nação Rubro-Negra desde o início da pandemia de coronavírus, em março. Para evitar prejuízos aos membros, quer esperar a definição do calendário para saber como resolver a situação da melhor maneira.

Desde o início da quarentena, a cobrança aos sócios-torcedores segue acontecendo normalmente. Muitos se manifestaram em redes sociais buscando esclarecimentos, já que continuam pagando as mensalidades normalmente.

Entre as possibilidades analisadas pelo Flamengo estão a prorrogação dos planos ou até mesmo o ressarcimento, caso os campeonatos não aconteçam. Para isso, porém, é necessário esperar o calendário.

Se, em abril, o vice-presidente de Relações Externas do clube, Luis Eduardo Baptista, o Bap, prometia que seria possível entregar tudo até dezembro, agora, internamente, já se admite uma prorrogação para 2021, dependendo do que acontecer.

- Temos discutido muito o protocolo de retorno, como faremos com as datas e os campeonatos. Na Libertadores, o Flamengo tem dois times do Equador no grupo, que é o país que mais sofre na América do Sul com a pandemia. Como vamos fazer se o Equador tiver que ficar fechado até agosto ou setembro? Essa parte da confecção das tabelas, encaixar todos jogos para que aconteçam... Todas as competições vão acontecer. Os patrocinadores podem ficar tranquilos. Os sócios-torcedores podem ficar tranquilos - afirmou Bap à Fla TV.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS