13 de Dezembro de 2019,

Mundo

A | A

Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 04h:00 | Atualizado:

A pedido da bancada, DNIT anuncia 'reforço' para garantir tráfego na BR-174

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes Terrestres (DNIT) irá enviar nesta sexta-feira (22), mais uma equipe de trabalho para atuar na recuperação da BR-174, no trecho entre os municípios de Castanheira e Juruena, na região Noroeste de Mato Grosso. O anúncio foi feito pelo diretor-geral do órgão, general Santos Filho, durante reunião com o senador Wellington Fagundes (PL-MT), que, em nome da bancada federal, pediu 'reforço' nos trabalhos para que o tráfego na rodovia seja restabelecido.

Com as fortes chuvas que caíram na região nas últimas semanas, a rodovia ficou intransitável em dois trechos não pavimentados, onde se formaram grandes atoleiros, impedindo a passagem de ônibus, carretas e caminhões. As pontes de madeira também foram bastante afetadas. Nesta quinta-feira (21), houve rompimento de um dos desvios. O DNIT precisou bloquear o acesso na ponte do Cruzeiro, a cerca de 40 km de Castanheira.

Na quarta-feira (20), Wellington Fagundes e Jayme Campos relataram a situação da BR durante sessão plenária do Senado e pediram ao Ministério da Infraestrutura e ao DNIT que fosse montada uma 'operação emergencial' para garantir o tráfego nessa região – a exemplo do que aconteceu no ano passado na BR-163, no Pará, onde foram instaladas bases operacionais do DNIT e Exército, com mais de 900 pessoas para implantar sinalização específica para controle do tráfego. "O Noroeste é uma região distante, onde as dificuldades são imensas" - lembrou o senador do PL, que preside da Frente Parlamentar de Logística e Infraestrutura.

Na reunião no DNIT, Wellington – que preside a Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura (FRENLOGI) – relatou o caos e o sofrimento da população. As dificuldades de acesso colocam a região sob risco até mesmo de desabastecimento, fato que eleva em muito o custo de vida da população. Fagundes recebeu a confirmação do general Santos Filho de que serão realizados todos os esforços possíveis para recuperar a acesso na rodovia o mais rapidamente possível.  "A BR-174 é uma preocupação grande do DNIT" - disse o general.

A região Noroeste de Mato Grosso é considerada um dos polos da pecuária em Mato Grosso, com mais de 18% de participação na produção de bovinos. A região também recebe grandes investimentos internacionais para exploração mineral. Esse movimento econômico tem aumentado o trânsito de cargas pela BR-174.

Na reunião no DNIT, Wellington voltou a manifestar preocupação com a escassez de recursos para manutenção das rodovias. Sobretudo neste momento em que começa o período das chuvas. Na proposta orçamentária para a manutenção do Estado de Mato Grosso, já em tramitação no Congresso Nacional, estão previstos apenas R$ 214 milhões, sendo que a média dos investimentos é de, no mínimo, de R$ R$ 350 milhões ao ano.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS