26 de Fevereiro de 2020,

Mundo

A | A

Quarta-Feira, 13 de Agosto de 2014, 16h:44 | Atualizado:

Dilma diz que está ‘tristíssima’ com morte de Campos e decreta luto de 3 dias

A presidente Dilma Rousseff (PT) divulgou nesta quarta-feira (13) uma nota lamentando a morte do presidenciável Eduardo Campos, do PSB, adversário dela na corrida eleitoral deste ano. 

Na nota, Dilma decretou luto oficial de três dias no País e diz que está “tristíssima” com a morte do antigo aliado. 

A presidente da República afirma que tinha em Campos um amigo, independente das divergências políticas:

“O Brasil inteiro está de luto. Perdemos hoje um grande brasileiro, Eduardo Campos. Perdemos um grande companheiro. Estivemos juntos, pela última vez, no enterro do nosso querido Ariano Suassuna. Conversamos como amigos. Sempre tivemos claro que nossas eventuais divergências políticas sempre seriam menores que o respeito mútuo característico de nossa convivência. Foi um pai e marido exemplar. Nesse momento de dor profunda, meus sentimentos estão com Renata, companheira de toda uma vida, e com os seus amados filhos”, disse a presidente Dilma.

Por conta do acidente, Dilma também cancelou a agenda de campanha por três dias. 

Na nota, a petista lembrou a trajetória do ex-governador de Pernambuco.

“Neto de Miguel Arraes, exemplo de democrata para a minha geração, Eduardo foi uma grande liderança política. Desde jovem, lutou o bom combate da política, como deputado federal, ministro e governador de Pernambuco, por duas vezes. Tivemos Eduardo e eu uma longa convivência no governo Lula, nas campanhas de 2006, 2010 e durante o meu governo. Minhas condolências aos familiares de todas as vítimas desta tragédia. Decretei luto oficial de 3 dias em homenagem à memória de Eduardo Campos. Determinei a suspensão da minha campanha por 3 dias”, afirmou a presidente da República. 

Trajetória

Eduardo Campos, 49 anos, estava no avião que caiu na manhã desta quarta-feira em Santos, litoral de São Paulo. 

O presidenciável cumpriria agenda de campanha na cidade e, segundo informações iniciais, o avião que o transportava na campanha tentou pousar mas, devido ao mal tempo, teve que arremeter e não conseguiu estabilidade para retornar o plano de voo.

O avião transportava ainda outros quatro assessores de campanha e integrantes da equipe do presidenciável. São eles: Pedro Valadares, Carlos Percol, Alexandre Severo e Marcelo Lyra.

O acidente ocorre no mesmo dia 13 de agosto em que faleceu o avô de Eduardo Campos, Miguel Arraes, que também foi governador de Pernambuco.

Arraes morreu em 2005, vítima de complicações dos sistemas cardíacos e respiratórios. O comunista amigo de Lula era o grande mentor do presidenciável do PSB morto nesta quarta-feira.  

Eduardo deixa a esposa Renata e mais cinco filhos. O último deles, nascido há poucos meses, recebeu o nome de Miguel, em homenagem ao avô comunista do pai.

Leia a nota completa da presidente Dilma Rousseff (PT): 

"NOTA OFICIAL

O Brasil inteiro está de luto. Perdemos hoje um grande brasileiro, Eduardo Campos. Perdemos um grande companheiro.

Neto de Miguel Arraes, exemplo de democrata para a minha geração, Eduardo foi uma grande liderança política. Desde jovem, lutou o bom combate da política, como deputado federal, ministro e governador de Pernambuco, por duas vezes.

Tivemos Eduardo e eu uma longa convivência no governo Lula, nas campanhas de 2006, 2010 e durante o meu governo.

Estivemos juntos, pela última vez, no enterro do nosso querido Ariano Suassuna. Conversamos como amigos. Sempre tivemos claro que nossas eventuais divergências políticas sempre seriam menores que o respeito mútuo característico de nossa convivência.

Foi um pai e marido exemplar. Nesse momento de dor profunda, meus sentimentos estão com Renata, companheira de toda uma vida, e com os seus amados filhos. Estou tristíssima.

Minhas condolências aos familiares de todas as vítimas desta tragédia.

Decretei luto oficial de 3 dias em homenagem à memória de Eduardo Campos. Determinei a suspensão da minha campanha por 3 dias.

Dilma Rousseff"

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS