09 de Abril de 2020,

Mundo

A | A

Terça-Feira, 18 de Fevereiro de 2020, 23h:17 | Atualizado:

SAÍDA DE APLICATIVO

Homem mata namorada a facadas por causa de WhatsApp

dani.jpg

 

O homem preso suspeito de assassinar a mulher de 29 anos esfaqueada, em Itu (SP), foi preso temporariamente por 30 dias e afirmou à polícia ao se entregar que "não tinha a intenção de matar". O caso foi registrado no bairro Alberto Gomes, por volta de 23h30 de domingo (16).

André Vinícius Silva de Vasconcelos, de 23 anos, contou em interrogatório à Polícia Civil que não queria matá-la, mas machucar. Ainda segundo relato, o casal discutiu durante uma crise de ciúme porque queria que a namorada saísse do WhatsApp.

O investigado foi encaminhado à Unidade Prisional de São Roque e pode ter a prisão renovada pela Justiça ou decretada a preventiva e ficar preso até o julgamento.

De acordo com a Polícia Militar, a equipe foi chamada para atender uma ocorrência de desentendimento entre casal. Ao chegarem ao local, os policiais foram informados pelo padrasto da vítima, Danielle Priscila Ribeiro, que ela havia sido agredida pelo namorado com três facadas nas costas, cabeça e pulso. O filho de 8 anos da jovem teria visto a agressão.

Os policiais ainda verificaram que o crime ocorreu durante uma discussão em um quarto. Danielle foi socorrida e levada com vida ao Hospital São Camilo, mas não resistiu aos ferimentos.

O suspeito do crime, André Vinícius, fugiu após o crime e escondeu a faca debaixo de um caminhão, a um quarteirão do local. Ele foi preso na manhã de segunda-feira (17) após se apresentar na delegacia.

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS