04 de Agosto de 2020,

Mundo

A | A

Segunda-Feira, 13 de Julho de 2020, 19h:55 | Atualizado:

SUCESSO EM HUMANOS

Rússia quer distribuir vacina em agosto

vacinacoronavirus.jpeg

 

A Rússia anunciou, nesta segunda-feira (13), que a parte da fase de testes clínicos (em humanos) da vacina contra o coronavírus desenvolvida por iniciativa do governo obteve sucesso. Com isso, a expectativa é de que a imunização comece a ser distribuída entre 12 e 24 de agosto.

De acordo com informações do Uol, testes bioquímicos da vacina ainda devem ser feitos, mas o Ministério da Saúde russo espera finalizar o processo até setembro. No mesmo mês, deve ser iniciada a produção da vacina em massa por laboratórios privados, conforme projeção de Alexander Gintsburg, diretor do Centro Nacional de Pesquisa para Epidemiologia e Microbiologia Gamalei.

Os testes clínicos da injeção russa começaram em junho, com 38 voluntários entre 18 e 65 anos, reunidos pela Universidade Sechenov. Parte deles receberá alta nesta quarta-feira (15), quando completam 28 dias em isolamento. A medida foi tomada para proteger os participantes de outras infecções. Eles ainda serão monitorados por mais seis meses.

De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, a Rússia é o quarto país do mundo em número de infectados pelo coronavírus. Cerca de 730 mil pessoas pegaram a covid-19, e 11 mil morreram pela doença.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Esperancoso | Segunda-Feira, 13 de Julho de 2020, 22h22
    0
    0

    Eu estou pedindo a Deus que apresente a cura em forma de vacina ou medicamento o quanto antes para salvar a população dessa doença terrível. Entretanto, ao ler a noticia fiquei meio desconfiado porque a noticia fala que a Russia quer distribuir em agosto a imunização, mais ao mesmo tempo fala que o processo deve finalizar em setembro e em setembro mesmo deve começar a produzir em massa nos laboratórios privados. Ai eu pergunto como pode terminar em setembro o processo e a imunização ser distribuída em agosto?Torço para essa noticia seja verdadeira e que a matéria é que esteja mal escrita.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS