14 de Agosto de 2020,

Opinião

A | A

Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 12h:21 | Atualizado:

Naiara Boscoli

Mineradoras alteram rotina dos trabalhadores

naiaraboscoli].jpg

 

Com o atual cenário, a pandemia mundial declarada pela OMS, medidas de prevenção para evitar a disseminação do coronavírus (Covid-19) foram tomadas pelas mineradoras. 

Segundo o Instituto Brasileiro de Mineração-IBRAM, ações com foco de evitar a propagação do coronavírus (Covid-19), vem sendo tomadas pelas empresas, como recomendado pelo Ministério da Saúde, dentre elas:

• Teletrabalho ou home office para os que atuam nos setores administrativos e de suporte às operações;

• Viagens a serviço e reuniões presenciais foram cancelas;

• Cuidados com a limpeza foram redobrados e monitoramento da saúde das pessoas, por meio de triagem e medição de temperatura corporal;

• Cederam EPIs (equipamento de proteção individual); 

• Instituíram distância mínima entre as pessoas durante a execução das suas atividades, no transporte até as unidades e também nos refeitórios.

Entre outras medidas preventivas que contribuem para proteger também terceiros, como fornecedores e as comunidades circunvizinha as minas. 

A indústria extrativista mineral não pode parar.

As mineradoras são fornecedoras de insumos para a produção de outras indústrias, a exemplo da indústria química (sulfato de alumínio para o tratamento de água, por exemplo), e também ao agronegócio (itens para fertilizantes e ração animal), segmentos de vital importância para a população.

O fornecimento dos minérios, matéria-prima para um grande número de indústrias, neste momento crítico, ajuda a evitar um eventual desabastecimento generalizado.

Cada setor fazendo a sua parte neste momento para prevenção da disseminação deste vírus, essas precauções são de suma importantes para que tais setores não parem.

Naiara Boscoli Venancio Moraes, Presidente da Comissão Nacional De Direito Minerário da Associação Brasileira de Advogados, Pós Graduada em Direito Minerário e Direito Administrativo.

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS