15 de Julho de 2020,

Opinião

A | A

Sábado, 03 de Maio de 2014, 10h:10 | Atualizado:

Jonas Jozino

Promessa não-cumprida

jonasjozino (1).jpg

 

Dias atrás o governador Silval Barbosa (PMDB) anunciou com todas as pompas que o Flamengo seria uma das atrações nos eventos testes que estão sendo realizados na Arena Pantanal para a Copa do Mundo. Chegou até a indicar o adversário, o Bahia, e a data, 21 de maio. Lamentava, via sua assessoria, que o jogo não era do seu “amado” Palmeiras, mas do time que tem a maior torcida no Estado. Já tinha até torcedor economizando uns trocados para ver o jogo. Está todo mundo triste. 

Na segunda-feira coube ao secretário da Secopa, Maurício Guimarães vir a público para desmentir o governador. Sim, meus amigos, ele teve de desmentir o chefe supremo da administração pública estadual. É claro que não jogou com todas as letras a falha em divulgar um jogo que não teremos no colo do governador. Procurou poupar o chefe e disse que foi um “equivoco”, da Secom, que divulgou a realização do jogo, sem que este estivesse confirmado. Pobre Silval, passou por mais uma saia-justa e me fez lembrar aquele slogan do ex-prefeito Roberto França: “Prometer e não cumprir é pior do que mentir”. Mas, esta parece ser a grande tônica da atual administração: prometer e não cumprir. O governo prometeu as trincheiras até a Copa do Mundo, não teremos; prometeu os COTs – os Centros de Treinamentos para as seleções que vão disputar a Copa do Mundo - e não teremos; prometeu ruas e avenidas sem buracos na cidade, teremos buracos!; prometeu o VLT, tinindo nos trilhos, e não teremos. Portanto, prometer um jogo do Flamengo contra o Bahia dia 21 de maio e não termos é apenas um detalhe. 

Tristeza foi para o torcedor flamenguista. O que vi de fanático já contando até moeda para guardar pensando neste jogo não está escrito. Tenho dois amigos para lá de fanáticos, o Xavier e o Leone. Ambos já não contavam mais os dias para ver o Flamengo, contavam as horas. Ficaram frustrados com o anúncio de Maurício Guimarães. Só faltaram se descabelar. 

Que o governo Silval Barbosa vem fazendo um esforço grande para tentar amenizar as falhas e dar um pouco de conforto para o turista que vier para a Copa é louvável. A Arena Pantanal é um encanto, um verdadeiro cartão postal. Mas, infelizmente falhou na tentativa de querer realizar tantas e importantes obras para Cuiabá. Falhou porque não planejou direito, não se preparou direito e porque não imaginava tanta chuva, problemas em desapropriações e por aí fora. Mas pior do que todos os acidentes de percursos, coisas normais em obras, foram as constantes promessas. Não se promete o que não pode cumprir. É enganação. No caso do Flamengo a falha foi a precipitação de anunciar algo que ainda não estava assinado. Pobres flamenguistas. Vão ter de esperar outra oportunidade. 

JONAS JOZINO é editor do caderno de Esporte do Diário de Cuiabá

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS