15 de Agosto de 2020,

Opinião

A | A

Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 08h:10 | Atualizado:

Edegar Belz

Uma resposta ao Eduardo Mahon

EDEGAR-BELZ.jpg

 

Meu querido e estimado ex-professor, ex-colega de Ordem Demolay e ex-amigo (afinal, me excluiu do Facebook, sabe-se lá por quê). Eu não comentaria seu post lá no seu perfil do Facebook pq não sou bem vindo, mas já que vc postou seu artigo num grupo de WhatsApp em que ambos participamos, sinto-me mais a vontade pra te responder.

Sempre admirei muito sua inteligência desde que foi meu professor de história quando o Sr. tinha apenas 17 anos. Continuo admirando, mas agora impressionado com sua ignorância em assuntos econômicos expressada em seu texto de ataque ao meu colega de MBL - Movimento Brasil Livre, Kim Kataguiri.

Um liberal (como eu e o Kim) é alguém que acredita que cada ser humano é responsável por suas escolhas e pelas consequências delas. Um liberal é, portanto, alguém que defende as liberdades individuais. Um liberal é também alguém que tem a humildade para admitir que não sabe o que é melhor para a vida dos outros.

Já um socialista é alguém que, com um discurso de defesa da igualdade, tem a arrogância de se achar capaz de planejar a sociedade. Sociólogos "intelectuais" acham que são donos de infinita sabedoria pra ajustar as relações entre as pessoas de forma a torná-las iguais. E pretendem utilizar o monopólio estatal do uso da força para corrigir o que eles entendem como injusto.

Sobre o debate proposto sobre a diferença salarial entre homens e mulheres, sim, homens ganham, em média, mais do que mulheres. E sim, isso não parece certo, mas o que fazer?

Enquanto pessoas como você veem nisso um problema social e pretendem obrigar que patrões e consumidores paguem igualmente por serviços de ambos os sexos, nós, os liberais, achamos que ninguém deve se meter em relações pessoais voluntárias e acreditamos na ordem natural das coisas.

Utilizando o esporte como exemplo. Eu prefiro ver o Neymar jogando futebol do que a Marta. Prefiro ver um jogo do Federer do que um da Sharapova. Acho mais legal uma luta do McGreggor do que da Cris Cyborg. Se você analisar índices de audiência, vai notar que essa preferência é tendência no mundo inteiro. Os esportistas são pagos de forma proporcional ao interesse que despertam. E isso é ótimo! É um retrato da liberdade de escolha. Não há injustiça numa escolha voluntária.

Veja bem: antigamente não existia futebol feminino, muito menos lutas de MMA entre mulheres; hoje todo mundo sabe quem é a Marta, a Cris Cyborg e, principalmente, a Sharapova. As mulheres estão gradativamente atraindo maior interesse dos fãs e ocupando seu espaço.

O mesmo raciocínio vale para o mercado de trabalho. Cada vez mais vemos mulheres em cargos de chefia, em trabalhos que antes eram restritos aos homens, sendo bem sucedidas. É cada vez mais comum ver esposas que ganham mais que seus maridos (quem não conhece diversos casais assim?).

Portanto, calma! Deixe a ordem espontânea acontecer.

Quando você utiliza a força estatal pra corrigir algo que entende como injustiça, você está, ao mesmo tempo, promovendo mais injustiça, sendo arrogante e um agressor que atenta contra a liberdade de escolha das pessoas.

Forte abraço, professor!

Edegar Belz Júnior é empresário em Mato Grosso



Postar um novo comentário

Comentários (30)

  • Lucio Flavio | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 08h59
    4
    1

    Parabéns Edegar. A exposição do seu ponto de vista sobre liberdade de escolha e a questão histórica da diferença salarial entre os sexos foi muito boa e espelha o pensamento liberal, livre de achismos, rótulos e mimimi. Quem te conhece sabe que ama o debate e, por mais que sua explanação possa ser equivocadamente interpretada como machismo por desavisados, é uma das pessoas que mais defende e respeita a liberdade de escolha das mulheres, inclusive contra tabus historicamente impostos. Inclusive, vc tem o dom da tolerância e do agradecimento pois eu não conseguiria demonstrar o mesmo respeito aos trouxas que querem parecer cultinhos e escreveram babaquices aqui.

  • Lucio Flávio | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 08h52
    5
    0

    Parabéns Edegar. A exposição do seu ponto de vista sobre uma questão histórica e liberdade de escolha foi muito boa e espelha o pensamento liberal, livre de achismos, rótulos e mimimi. Quem te conhece sabe que ama o debate e, por mais que sua explanação possa ser interpretada como machismo por desavisados, é uma das pessoas que mais defende e respeita a liberdade de escolha das mulheres, inclusive contra tabus historicamente impostos. Inclusive, vc tem o dom da tolerância e do agradecimento pois eu não conseguiria demostrar o mesmo respeito aos trouxas que querem parecer cultinhos e escreveram babaquices aqui.

  • André N. | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 08h51
    0
    2

    Errata: em meu comentário onde consta Escola de Frankfurt (Adorno, Horkheimer, Habermas), leia-se Escola Austríaca (Hayek, Mises, Friedman).

  • Regina Maura | Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018, 02h23
    6
    0

    Parabéns edgar é um prazer conhecer uma pessoa que bate de frente pelos seus ideais nós dias de hj ,sem medo de repressões entre outros que lidamos no mundo moderno de hj que uma (,)mal colocada o povo já que malha o judas parabéns....misgo tudo de bom desejo a vcs....

  • | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 23h15
    7
    1

    Parabéns Edegar, bela resposta!!

  • Alyne | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 20h04
    8
    1

    Sil: n existe machismo na esquerda nem esquerda machista... Não! Ele n é machista, é a realidade... N é pq eu n assisto futebol masculino q sou feminista nem pq eu n assisto futebol feminino eu sou machista, eu simplesmente NAO ME INTERESSO. E se mulher ganha menos que o homem fazendo o mesmo que ele (o mesmo, mesmo) que procure o Ministério do Trabalho, pois, isso vai contra as Normas Canonstitucionais. Mas se o cara carrega peso e a mulher não, nada mais justo. O feminismo vive sujando minha imagem e das demais mulheres dizendo que tomar menstruação é bonito, bater em homem é bonito, xinga-los, trata-se mal, e que n precisamos deles. Até mesmo nos querem nomear "vadi**" e eu n falo mais nada! Só vejo vcs passando vergonha... Quer igualdade? Vc é amparada por isso, procure seus direitos com civilidade e não saindo pelada pagando mico e dizendo que me representam...

  • Ramses | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h45
    7
    1

    Parabéns edegar, fazendo sempre o bom combate contra esta cultura social democrata que por anos esta destriundo nossas liberdades individuais.

  • Sr. Liberal | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h41
    7
    2

    Parabéns pelo texto Edegar!!!! Chega de "iluminados" socialistas tentando ditar como as pessoas devem viver! A cada hora que troca-se de politico vem com um pensamento "novo" querendo ditar como as pessoas devem viver.

  • Leandro Nazzari | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h34
    7
    0

    Não conheço o professor de história mas já sinto inveja dele. Se ele já era inteligente, imagina depois desta aula.

  • ROBERTO RUAS | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 19h28
    7
    0

    Well. Gostei do artigo. Também acredito que o estado deve meter-se em poucas coisas e quase nada na vida do cidadão. O liberalismo é portanto um caminho que tem mais. futuro , afinal nações e povos só podem ser controlados a força e por algum tempo.

  • Karen Domingo | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 18h41
    8
    0

    Parabéns pelo texto Edegar. Que mais pessoas possam entender a diferença entre direitos iguais e direitos exclusivos. Que possamos ser livres para escolher o que quiser sem imposição principalmente do Estado.

  • João Victor | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h53
    6
    0

    Quer dizer que se eu não assisto os jogos da Marta eu sou machista tb? Queria saber se esse povo gritando "machista" nos comentários assiste os jogos da Sharapova, compra camisas da Marta e paga pay-per-view pra ver a Cyborg. Militância de internet sem qualquer mão no próprio bolso. Mas dar esmola com o chapéu alheio, querem. Me poupem. Liberdade de escolha. Não sou obrigado a gostar de nada e nem a gastar meu dinheiro no que n quiser.

  • Andre Ribeiro Lacerda | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h47
    8
    0

    Parabéns ao Edegar pela réplica ao posicionamento político do Dr. Eduardo Mahon.

  • Edson Jabur | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h35
    7
    0

    Faço minha as tuas palavras Edegar Belz! Excelente!!!

  • Gabriel Lopes | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h34
    8
    0

    Parabéns, Edegar!! 👏👏

  • Ricardo | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h30
    8
    0

    Excelente artigo Edegar Bellz, os homens ganham mais que as mulheres em media por uma questão involuntária econômica, machista e idiota como vi nos comentários aqui é alguém autoritário que quer obrigar as pessoas a pagarem os mesmo salários, isso é tirar empregos, é egoismo e idiotice. Parabéns Bellz grande artigo.

  • Edegar Belz | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h22
    26
    1

    Obrigado a todos que comentaram pela audiência e até pelas críticas. Primeiro, este texto foi publicado originalmente de forma informal num grupo de WhatsApp, por isso tantas abreviações. Segundo, minha influência (bem como a maioria dos coordenadores do MBL) é a Escola Austríaca de Economia, a Universidade de Chicago e pensadores como John Locke, Frédéric Bastiat e Ayn Rand. Terceiro, "neoliberalismo" não existe. Quarto, na questão da exposição, qualquer liberal pode se utilizar do sagrado direito à liberdade de expressão para defender, criticar ou boicotar qualquer coisa que nos dê na telha, desde que não seja utilizada coerção ou agressão. Por fim, defendo direitos iguais, não resultados iguais.

  • Said Joseph | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 17h13
    7
    18

    Esse pessoal do MBL precisa voltar a estudar. Posam de Liberal mais nunca leram, nunca citam um autor liberal. Sugiro que retornem ao MOBRAL. Movimento muito bem presidido por um liberal brasileiro de elevado quilate, chamado Mário Henrique Simonsen.

  • Paulo dos Santos | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 16h52
    16
    1

    Belo resposta Edegar! Aos comentários agora. Me dá ânsia quanto leio a palavra "neoliberal" termo criado pela esquerda que não explica nada onde existe um estado neoliberal no mundo? P.S. Mandem links por favor.

  • Sil | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 16h52
    2
    18

    Resumindo: além de besta, voçê é um esquerdista machista!!!

  • Citizenship | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 14h16
    2
    13

    Ideias neoliberais oriundas da Escola de Frankfurt??? Será que o Walter Benjamin era neoliberal? Ou Theodor Adorno? Ou Horkheimer? Isso sim é neomarxismo: um marxismo neoliberal !!! Haja capacidade de síntese !!! É o ápice da dialética mesmo: quando os antagonismos fusionam-se !!! Excelente comentarista quem criou esse feito.

  • Sharapova | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 12h47
    9
    15

    Nossa, a opinião do autor tornou a leitura desprezível. Machistas liberal?! Rídiculo. Tchááááá por Deus.

  • Azer Machado | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 12h47
    24
    1

    Maravilha! Não conheço o Sr. Edgar, más o Dr. Eduardo Mahon sim, eu conheço. Portanto, me sinto a vontade para concordar, quase que completamente, com o primeiro. Qdo digo quase, é porque o ideal, a meu sentir é, liberal nos negócios (economia) e conservador nos costumes. Sobre a fala do Sr. Edgar, uma das maiores (a principal responsável) lutadoras de MMA, Ronda Rousey, em uma entrevista, respondeu a uma pergunta um tanto quanto parecida com o pensamento (socialista) do Dr. Mahon assim: "creio que o quanto és paga, está relacionado com o quanto de dinheiro consegue atrair". Ou seja, devemos pagar pela produção, pelo retorno, independente se é macho ou fêma. Simples assim!

  • Melissa | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 10h40
    11
    28

    Só quer se aparecer e o site ainda dá espaço. Machista ridículo!

  • joilson linear | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 10h39
    9
    25

    O Cesar augusto não conhece o autor, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk....é o próprio Edegar escrevendo, se passando por Cesar..aliás, um grande idiota, sem qualquer conteúdo, machista e com uma grande capivara.

  • Cesar augusto | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 09h49
    19
    11

    Fantástico artigo, não conheço o autor deste artigo mas quero aqui prabenizá-lo pelo texto, muito bom.

  • Patricia | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 09h18
    13
    32

    Edegar Belz Júnior é empresário e MACHISTA em Mato Grosso

  • André N. | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 08h49
    11
    15

    Um liberal não enche o saco de exposições ofensivas porque elas supostamente agridem o bom costume. Um liberal leu On Libert de Stuart Mill e entendeu que com o tempo o erro se mostra como o erro, que é melhor uma asneira ser dita e mostrada do que ser censurada, pois o proibido atiça a curiosidade. Um liberal não combina com conservadorismo, pois foi um movimento que nasceu para ser contraponto ao Ancien Regime. Cidadão, você está indo bem, só que o MBL é um movimento ridículo, deveria sem MBLE (movimento brasil livre da esquerda). Eu sou um liberal, mas tenho senso crítico e analiso os dois lados, por isso desço a lenha no MBL e suas ideias neoliberais sugadas da Escola de Frankfurt e do tatcherismo.

  • Pirmo Neto | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 08h40
    22
    7

    Excelente artigo. Ser liberal tem lógica. Em nosso país; está havendo excesso de reclamações desnecessárias; no quesito igualdade de gêneros. Precisamos destravar urgente as leis inúteis que existem no Brasil.

  • Bruno Dias | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 08h26
    13
    28

    O uso dos termos "vc' e "pq" mostra bem o nível intelectual dos membros do MBL.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS