15 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 18h:05 | Atualizado:

INVESTIGAÇÃO

Acusado de atirar em porteiro de estância em Cuiabá é preso

Outros dois suspeitos estão foragidos


TVCA

robsonluiz1.png

 

A polícia prendeu nesta quarta-feira (7) um homem suspeito de atirar no porteiro de uma estância rural, no Distrito de Nossa Senhora da Guia, em Cuiabá, durante um assalto.

Robson Luiz Leonis da Rocha e outros dois homens invadiram a propriedade, no dia 23 do mês passado.

Robson foi preso na casa dele, no distrito, e outros dois outros suspeitos estão foragidos.

Na data do crime, a vítima estava do lado de fora da casa e reagiu ao assalto. De acordo com a vítima, cinco pessoas da família estavam dormindo na residência e, por causa disso, reagiu.

Em depoimento à Polícia Civil, o porteiro afirmou que os criminosos mandaram que ele se deitasse no chão, mas ele se recusou e então eles o agrediram, com socos na cabeça e ainda lhe deram uma "gravata".

A todo momento, os homens perguntavam a ele quantas pessoas havia na casa, mas ele disse ter se recusado a dizer e a deixar no chão. Por isso, eles atiraram nele, mas o porteiro afirmou que conseguiu desviar e o tiro acertou uma madeira.

Em seguida, os assaltantes fugiram em direção a uma mata.

Durante as investigações, a polícia chegou a dois autores da tentativa de latrocínio - roubo seguido de morte. Robson foi preso e o outro suspeito David Neves de Arruda fugiu pelo mato.

 

Galeria de Fotos

Arquivo(s) anexado(s)



Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Raimundo | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 18h18
    3
    0

    Agora é deixar fugir e providenciar uma troca de tiros com estes vermes. Dejeto humano.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS