15 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 20h:11 | Atualizado:

EXECUÇÃO POR FAROL

Após obter HC, jovem foragido há 1 ano se apresenta em MT

Suspeito de assassinato nunca chegou a ser preso

maroan-fernandes-haidar-ahmed.jpg

 

Acusado de matar um cliente de uma conveniência em um posto de combustível em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em novembro de 2018 durante uma discussão por farol alto, Maroan Fernandes Haidar Ahmed se apresentou à Justiça na terça-feira (3) após conseguir um habeas corpus junto ao Tribunal de Justiça que lhe garantiu a liberdade. Ele vai cumprir medidas restritivas, como o uso de tornozeleira eletrônica.

A defesa de Maroan argumentou à Justiça que o resultado da perícia papiloscópica apontou que as digitais encontradas nas garrafas de água que estavam no carro, supostamente conduzido pelo acusado na ocasião do crime, não convergem com as dele. Ainda conforme o advogado, não convergem com as digitais dele aquelas encontradas na capa do volante do veículo.

Na decisão de primeira instância, o juiz declarou que Maroan 'demonstra menosprezo e deboche das forças policiais e da Justiça, uma vez que publicou em uma de suas redes sociais fotos falsas com o intuito de obstar a sua localização e conseguinte prisão'. Foragido, o jovem chegou a postar fotos de praia e outra foto com um prato de camarão em um restaurante com franquia pelo nordeste.

Em janeiro deste ano, postou fotos de uma praia na internet. O crime foi registrado em novembro do ano passado durante uma discussão por farol alto. O

cliente, Fábio Batista da Silva, de 41 anos, morreu no local. Em uma das fotos - que ficam disponíveis por 24 horas -, Maroan mostra uma paisagem dentro de um barco com comidas e bebidas.

Na outra publicação, o jovem fotografou um prato de camarão em um restaurante com franquia pelo nordeste. Um vídeo gravado pelas câmeras de monitoramento do estabelecimento mostra o momento em que é vítima é atingida pelos disparos.

Nas imagens, é possível ver o motorista chegando no estabelecimento com uma caminhonete e parando o veículo perto das mesas usadas pelos clientes. Em seguida, um funcionário da conveniência vai até a caminhonete e atende o motorista, que não desliga o carro e permanece no veículo com ele ligado.

Enquanto isso, alguns clientes reclamam da luz e fazem sinais para o motorista. Logo depois, a vítima se levanta, vai até a caminhonete e bate no capô pedindo que o motorista desligue a luz.

Ele faz sinais e, em seguida, quando caminha de volta para a mesa é atingido por um disparo e cai no chão. De acordo com o boletim de ocorrência, Fábio foi encontrado morto no local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou o óbito.



Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Jaime | Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 11h19
    2
    0

    ISSO AI É BOM PRA FAMILIA DO RAPAZ QUE MORREU, É SIMPLES DEIXA BAIXAR A POEIRA E AI VCS FAZEM UMA CASINHA PRA ESSE VERME É SIMPLES, MAS TEM QUE FAZER ELE SOFRE ANTES DE MATAR

  • Zumbi | Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 08h00
    1
    0

    Caramba os argumentos expostos pela defesa e acatado pela justiça fere ao nosso minimo de inteligencia ...

  • Benedito costa | Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 07h36
    1
    0

    Assim ficou mais fácil ainda! O sujeito mata por motivo fútil, vaza passa um ano foragido, depois se apresenta e.ganha como blinde um hábeas corpus com direito a libertade assistida. Agora que bandido vai matar e criar outro novos bandidos.

  • Luiz | Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 06h57
    0
    0

    Só vai.piorar esse Brasil, quando a lei de abuso de autoridade entrar em vigor a regra vai ser soltar, Deus nos ajude..

  • Crítico | Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 01h12
    2
    0

    A maior justiça hoje no Brasil e o DINHEIRO.

  • Paulo | Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 22h14
    10
    1

    DEVER SER PARENTE OU NAMORADO DE GILMAR MENDES. BRASIL É UM LIXO. EU TENHO VERGONHA DE VER O HINO NACIONAL BRASILEIRO, SENDO CANTADO PELOS POLITICOS E PELOS MAGISTRADOS DO JUDICIARIO (sem exceçao)

  • alex | Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 21h47
    9
    0

    O ADVOGADO DESSE JOVEM É O ADVOGADO DO JOÃO ARCANJO RIBEIRO; ESSA NOTÍCIA É MUITO EQUIVOCADA, DANDO A ENTENDER QUE ELE NÃO FOI O AUTOR DO HOMICÍDIO, PORÉM, NÃO É ISSO QUE SE EXTRAI DA FALA DE DOIS DESEMBARGADORES QUE PARTICIPARAM DO JULGAMENTO DO HC; A BEM DA VERDADE, SE FOREM ASSISTIR O JULGAMENTO QUE ESTÁ NO YOUTUBE, DOIS DOS TRÊS DESEMBARGADORES ENTENDERAM PELA EXISTÊNCIA SIM DE INDÍCIO DE AUTORIA, ISTO É, QUE ESSE JOVEM FOI O AUTOR DO CRIME, PORÉM, RESOLVERAM CONCEDER O HC OBJETIVANDO GARANTIR A INTEGRIDADE DO ASSASSINO, JÁ QUE SE ELE FOSSE PRESO CORRERIA RISCO DE MORTE PELO COMANDO VERMELHO DENTRO DO PRESÍDIO; FOI UM TREMENDO ABSURDO ESSE PRECEDENTE, NA MINHA HUMILDE OPINIÃO; AO FOLHAMAX, SUGIRO QUE VEJA O JULGAMENTO. FUNDAMENTOS PÍFIOS DOS DESEMBARGADORES PARA REVOGAR A PRISÃO PREVENTIVA DO ASSASSINO. JULGAMENTO DIA 27/11/2019. https://www.youtube.com/watch?v=WEI_niSu9JQ O JULGAMENTO INICIA EM 1:06:18

  • José | Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 21h19
    12
    0

    Esse jovem deve ter dinheiro?

  • Paolo | Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 21h11
    13
    6

    Esse é o brasil do ladrão LULA.

  • Povo de Mato Grosso. | Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019, 20h58
    19
    2

    Esse é o Brasil com leis feitas para bandidos.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS