26 de Abril de 2019,

Polícia

A | A

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2014, 10h:18 | Atualizado:

Avião que caiu e deixou dois mortos estava em fase experimental, diz Anac

A aeronave que explodiu e caiu nesta quarta-feira (19), no Assentamento Ema, entre Barra do Bugres e Alto Paraguai, a 169 e 219 km de Cuiabá, fazia voos em caráter experimental, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). No acidente, o piloto, que morava em Mineiros (GO), e o empresário Luiz Roberto Gonçalves, ex-vice-prefeito de Nova Olímpia, a 207 km da capital, morreram.O voo havia saído de Tangará da Serra, distante 242 km da capital, e retornava para Mineiros (GO), onde o piloto morava. O passageiro também tinha empresa nessa cidade. A família de Luiz Roberto informou que ele estava na região desde terça-feira (18) e que teria fretado o avião para participar de uma audiência no Fórum de Barra do Bugres. 

Por meio de assessoria, a Anac informou que os veículos experimentais, como é o caso dessa aeronave, não possuem certificado do órgão. São apenas registrados na Anac. Por causa disso, a aeronave tem operações limitadas, tais como não sobrevoar aéreas povoadas, dentre outras. "Pelo Regulamento Brasileiro de Homologação Aeronáutica, esse tipo de voo não pode transportar pessoas ou bens com fins lucrativos", diz trecho da nota.

Conforme a Anac, devido ao caráter experimental da aeronave e não cumprir com os requisitos padrão de aeronavegabilidade, como uma aeronave certificada, os praticantes destas atividades devem estar cientes de que, ao pilotar uma aeronave experimental ou fazer parte do voo, assumem inteira responsabilidade pelos danos que esta prática possa causar a si, a terceiros ou a seus bens.

A aeronave explodiu quando estava no ar. Um estrondo foi ouvido por moradores do assentamento que presenciaram o acidente e acionaram a Polícia Militar. Segundo a polícia, as testemunhas relataram que a asa do avião se soltou e ele caiu de 'bico' no chão. A família do piloto da aeronave informou que ele era acostumado a pilotar avião e tinha muitos anos de experiência.

A prefeitura de Nova Olímpia informou ter decretado luto de um dia por causa da morte do empresário, que morava na região há quase 30 anos. O corpo do ex-prefeito está sendo velado em Nova Olímpia e o sepultamento está previsto para as 17h desta quinta-feira (20). Já o corpo do pilto da aeronave já foi transladado para Mineiros. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS