10 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 18h:29 | Atualizado:

JEOVÁ

Família impede hospital em MT de operar jovem por transfusão de sangue

Denominação religiosa cita vários versículos da bíblia que impedem procedimento de transfusão de sangue


Da Redação

uti-hospitalsorriso.jpg

 

Um caso gerou polêmica nesta semana na cidade de Sorriso (398 km de Cuiabá). Uma família impediu um paciente internado em estado grave de fazer uma cirurgia, pois precisaria de uma transfusão de sangue. As informações são de que o rapaz, vítima de um acidente na BR-163, pertence à denominação religiosa Testemunha de Jeová.

Membros de Testemunha de Jeová acreditam em algumas passagens bíblicas que citam a proibição de transfusão de sangue total. Assim como as de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, plaquetas e plasma.

Diante do quadro clinico do paciente, a direção do Hospital Regional de Sorriso aguarda orientação da família. Em matéria publicada pelo site Portal Sorriso, a família solicitou que a cirurgia seja feita sem transfusão sanguínea, por meio de um procedimento chamado de recuperação intraoperatória de sangue.

Para esse tipo de operação, é necessário um aparelho que não é disponibilizado pelo SUS (Sistema Único de Saúde). No entanto, a família já se comprometeu a levar até a unidade a máquina que realiza o procedimento até próxima sexta-feira (02). 

Nas redes sociais, o assunto causou polêmica e divide opiniões entre os internautas. 

A recusa de membros de Testemunha de o Jeová a uma transfusão de sangue é baseada na legião. No site oficial da denominação, há algumas explicações para o caso. “Tanto o Velho como o Novo Testamento claramente nos ordenam a nos abster de sangue. (Gênesis 9:4; Levítico 17:10; Deuteronômio 12:23; Atos 15:28, 29). Além disso, para Deus, o sangue representa a vida. (Levítico 17:14) Então, nós evitamos tomar sangue por qualquer via não só em obediência a Deus, mas também por respeito a ele como Dador da vida”, descreve texto publicado no site.



Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Santos | Quarta-Feira, 07 de Fevereiro de 2018, 00h44
    3
    0

    Até que ponto chega a limitação médica, a familia apresentou a alternativa junto com a Comissão que os ampara e faz essa ligaçao com os hospitais, viabilizou o tratamento, mas ainda assim nao respeitaram, e transfundiram o sangue no rapaz, ele morreu por complicações nesta terça (06). Não é que a família ou a religião queriam deixa-lo morrer, por isso foram atraz da junta médica, e a família viabilizou um tratamento digno, mas foi ignorado. Eles tem até um departamento, a COLIH, pra ajudar os hospitais caso tenham dificuldades em realizar o procedimento, especialistas na área. Diretores do "açougue" (hospital) pensaram primeiros em sí, na junta médica, mas esqueceram que na constituição antes disso, vem o direito à dignidade e ao melhor tratamento e isso não é só um direito para as testemunha de Jeová, é para todos. Que nosso amigo descanse em paz e que Deus conforte a família.

  • Guilherme Alencar | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 21h10
    1
    0

    A própria faculdade de Medicina desse mesmo Estado, a UFMS, reconhece que as transfusões de sangue causa mais mortes e não salva vidas como se pensava antes: https://www.youtube.com/watch?v=kpCGZxIu_Uc

  • Nogueira | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 08h59
    5
    0

    Em todo o mundo cirurgias sem sangue são comuns e rotineiras. O problema é que no Brasil os médicos tem uma cultura de transfundir - até quando não seria necessário!! Muitos anestesistas são donos de bancos de sangue. Sanfue é lucrativo, por isso se gera tanta polêmica ao não querer usá-lo. Existem inúmeras técnicas e medicamentos que substituem o uso do sangue de modo muito mais seguro para o paciente, com risco zero de infecção é menor tempo de internação hospitalar. Não querer sangue énsabedoria - mas os médicos e hospitais não sabem e não querem aprender a usar tais técnicas - e então preferem chamar quem recusa de fanático ao invés de admitir sua incompetencia. Medicina sem sangue é que existe de mais moderno e eficaz em varios países de primeiro mundo !!!! Abram suas mentes e pesquisem.

  • VIGIA | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 08h32
    1
    0

    ESSA É A IMPRENSA BRASILEIRA, SENSACIONALISTA, TENDENCIOSA E IMPARCIAL.

  • Douglas | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 08h27
    3
    0

    Engraçado. Vcs dizem que a família deveria aceitar a transfusão. Mas quem propôs levar a máquina pro hospital? Foi o SUS? Ah, acho que não! Engraçado como vcs aceitam tantas coisas inúteis e sem fundamento, mas não aceitam as crenças de uma familia de Testemunhas de Jeová! Vocês querem que o Brasil mude, mas vocês mesmos não mudam! Como isso irá para frente? Apoio essa família! Com certeza, estão passando por um momento muito difícil. Parabéns pela determinação de continuar sendo leais e obedecer a ordem de "abster-se de sangue"! Estão dando um ótimo testemunho com suas ações. Desejo melhoras para o rapaz. E logo veremos que essa foi a melhor atitude tomada por vocês!

  • Eduardo | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 07h47
    1
    2

    Bizarro o hospital "aguardar". Os médicos possuem legitimidade para salvar esse rapaz independente de autorização da família. É triste ver até onde a crendice e a superstição chegou nos dias de hoje.

  • Paulinho | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 22h43
    11
    32

    Gente. Essa decisão só foi tomada porque sabe que existe uma solução. Essa solução está chegando Sexta-feira em Sinop. Existem muitas chances a mais por meio da recuperação intraoperatória de sangue. Pois a transfusão pode ocorrer de pegar uma doença contagiosa, como AIDS, Vírus, entre outras doenças. É ninguém sabe se está transfusão de sangue salvar a vida dele. A probabilidade de ele ficar bem depois de feito essa técnica e bem maior do que a transfusão.

  • NATIVO | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 22h38
    32
    9

    Falta de sabedoria vai deixar o rapaz morrer!

  • Marcelo | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h59
    7
    14

    Muitos comentários acima que afirmam que os TJ são alienados,... alienados de conhecimento de causa são essas pessoas que comentaram isso, mentes pífia e condicionado a seguir opiniões de outros sem fazer uma pesquisa cabal de quem são e o que acreditam as TJ,essas com certeza nunca leram a bíblia e pelo jeito nem acreditam na bíblia, lamentável

  • Marcelo | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h57
    8
    11

    Muitos comentários acima que afirmam que os TJ são alienados,... alienados de conhecimento de causa, mentes pífia e condicionado a seguir opiniões de outros sem fazer uma pesquisa cabal de quem são e o que acreditam as TJ,essas com certeza nunca leram a bíblia e pelo jeito nem acreditam na bíblia, lamentável

  • Russo | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h50
    30
    6

    Eu de novo. Imaginem a filha ou filho de vcs casando com uma ou um testemunha de Jeová e o neto precisar de sangue. Vão respeitar respeitosamente. A justiça deve sim intervir.

  • Afs | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h29
    20
    27

    Os textos colocados no site são de fácil entendimento. Mas, infelizmente, existem pessoas que não gostam de ler a Bíblia e ainda ficam dando opiniões sobre uma coisa que não sabe. Imagine a dor que essa família está passando vendo o filho deles nesse estado. Por que vocês não aproveitam para falar uma palavra de consolo, carinho já que concerteza estão lendo o que vocês escrevem? Veja o que esta família está fazendo pelo seu filho. Vocês acham que eles botaram a vida de seu filho em risco? Se eles tomaram essa decisão é porque conhecem esse tratamento. Vamos procurar consolar aqueles que precisam, em vez de ficar julgando as decisões que eles tomaram.

  • Um homem comum | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h14
    24
    15

    Temos que respeitar as convicoes alheias. Vcs nao respeitam tantas outras coisas inaceitáveis?? devemos respeitar esse povo ai tbem. É o ivan ki tá falanu.

  • Alencar | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h52
    33
    10

    Alienação total. Só lavagem cerebral.

  • Henrique Lopes | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h49
    28
    11

    Vivem na idade da pedra em função de datas de fim do mundo que toda vez que não acontece inventam outra e os alienados acreditam. O mundo precisa muito de educação.

  • Fabio | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h38
    11
    17

    Pela escassez de sangue, melhor colocar em quem se faz por merecer!!!

  • Juju | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h31
    25
    11

    Ué se o sangue para Deus representa a vida, isso já ñ diz tudo? Se é vida vamos doar a vida porra 😒

  • Cristian deive de oliveira | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h28
    22
    7

    Vai morrer entao

  • Russo | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 18h53
    25
    16

    O sangue do irmão da Jeová é impuro? Se fosse de animais até concordaria.

  • Antônio | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 18h37
    37
    17

    Testemunha de Jeová são uns alienados....

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS