09 de Abril de 2020,

Polícia

A | A

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 17h:50 | Atualizado:

Homem que matou esposa após flagrá-la com amante é solto


TVCA

casalparanatinga.jpg

 

O homem que havia sido preso suspeito de ter matado a mulher dele em Paranatinga, a 411 km de Cuiabá, foi ouvido e liberado pela Polícia Civil. O crime ocorreu na segunda-feira (24) e ele foi solto no mesmo dia.

José Rodrigues de Oliveira, de 42 anos, confessou que matou Joana Paula Vieira Rodrigues, de 45, depois que flagrou a vítima na cama com um amante.

A Polícia Civil divulgou nota à imprensa nesta quinta-feira (27) explicando que, como o suspeito se apresentou espontaneamente, a legislação não permite o auto de prisão em flagrante.

Por conta disso ele foi interrogado pelo delegado plantonista e liberado.

José assumiu que matou a companheira a facadas. Joana levou facadas no pescoço e nas mãos. O homem contou à polícia que trabalhava numa fazenda e teria descoberto uma suposta traição e que por isso voltou para a cidade e cometeu o crime.

Joana nem chegou a ser socorrida e morreu em casa. Logo depois de cometer o crime, José procurou uma empresa perto da residência e pediu que chamassem a polícia.

Imediatamente confessou que matou a companheira e levou a polícia no local. Mesmo estando solto, a Polícia Civil disse que um inquérito policial está aberto.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Santos. | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 23h54
    2
    0

    É difícil opinar numa situação dessa; ele não foi correto ao cometer o assassinato, tampouco, foi errado. Os oportunistas e hipócritas imbecis, não venham com xororô e mimimi, querendo ser “humanamente” correto. Aqui ninguém é santo nem demônio. Então deixemos as Leis, dos homens e de Deus, serem cumpridas.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS