19 de Abril de 2019,

Polícia

A | A

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2014, 15h:14 | Atualizado:

GUARDA SOL

Polícia prende mais um integrante de quadrilha que tentou assaltar banco em MT

Ascom-PJC

gcco2

Investigações foram comandadas pelo GCCO da Polícia Civil

O quarto integrante da quadrilha do “guarda-sol”, de furto com arrombamento de cofre de agências bancárias, foi preso nesta semana na cidade de Água Boa (730 km a Leste). O suspeito Adriano Martins de Oliveira, 21 anos, é morador de Cuiabá e integra a quadrilha que tentou furtar a agência de Nova Olímpia (207 km Médio-Norte), no dia 30 de janeiro deste ano, utilizando de guarda-sóis para driblar o sensor de calor do sistema de segurança dos bancos.

Na ocasião, foram presos em flagrante em flagrante Sandro Lúcio Araújo dos Santos, 31, Petterson Cordeiro Marques, 28, e Bruno Marcelo Cantão Medeiros, 24. Os três mais Adriano foram indiciados por furto qualificado, quadrilha ou bando. A Polícia ainda tenta identificar um quinto integrante da quadrilha. 

As investigações conduzidas pelo delegado Nelder Martins apuraram, que além dos quatro envolvidos, uma quinta pessoa também participou da tentativa de arrombamento. Durante interrogatório, o preso Sandro informou que Adriano foi recrutado por Peterson para participar do furto ao banco do Brasil de Nova Olímpia.

O assaltante Adriano Martins de Oliveira foi identificado com apoio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Ele tem várias passagens por crimes de furtos à residência e comércio, sendo sua especialidade a desativação de alarmes.

O quinto integrante da quadrilha continua sendo investigado.

Nos últimos dois ano, o GCCO contabilizou 13 furtos, sendo apenas 4 consumados, na modalidade com uso de guarda-sol.

A tentativa de furto

A tentativa de furto aconteceu por volta das 04h30, do dia 30 de janeiro,  quando os bandidos arrebentaram a janela dos fundos da agência e entraram no prédio usando guarda-chuvas para inibir o sensor térmico de presença e ainda para se esconder das câmeras de segurança do banco. No entanto, ao entrar na sala do cofre o alarme disparou e os bandidos fugiram sem levar nada. Dentro da agência bancária a perícia técnica recolheu guarda-chuvas e a Polícia apreendeu furadeira e pé-de-cabra usados para arrombar o cofre.

Dois veículos, uma Blazer e um Celta, ambos prata, era davam apoio aos assaltantes. No Celta foram apreendidos computadores e equipamentos de manutenção do sistema de monitoramento de câmeras.  

De acordo com o delegado Nelder Martins Pereira, cinco homens integram o bando e podem ter vínculo com a quadrilha presa em junho de 2013, em ação conjunta do Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Sequestros (Garras), da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, Polícia Civil do Paraná e a  Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil de Mato Grosso. “Estamos cruzando informações com essa quadrilha para confirmar o vínculo”, disse.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS