14 de Agosto de 2020,

Polícia

A | A

Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 11h:08 | Atualizado:

RACISMO

Vereador é preso por xingar PMs de "pretos vagabundos" em MT

Maycon Godoy dos Santos foi flagrado dirigindo embriagado e resistiu a prisão


B.J. ARAGUAIA

pmmt-maycon.jpg

 

Um vereador foi detido nesse final de semana suspeito de ter dirigido embriagado e xingado policiais militares após um acidente de trânsito em Bom Jesus do Araguaia, a 983 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, o vereador Maycon Godoy dos Santos (SD), de 43 anos, foi preso por resistência, desacato, embriaguez, ameaça, injúria e direção perigosa.

Ele pagou fiança de R$ 6,3 mil e foi liberado no sábado (3), mesmo dia em que foi detido.

Ainda conforme a Polícia Civil e a Polícia Militar, Godoy disse xingamentos contra dois policiais militares, chamando-os de ‘pretos vagabundos’ e ‘neguinhos safados’.

Ao G1, o vereador nega ter ofendido os policiais e também negou ter ingerido bebida alcoólica. Ele declarou que a confusão começou depois que o colega dele foi agredido pelos policiais e disse que sofreu violência por parte da PM. A situação ocorreu na Avenida Marco Aurelio Fullin, Centro de Bom Jesus do Araguaia.

De acordo com a Polícia Civil, um motorista chamou a polícia dizendo que o veículo deve foi atingido na traseira por outro carro, que teria fugido do local. O passageiro reconheceu o motorista desse veículo que fugiu como sendo o vereador do município.

As testemunhas contaram à polícia que o vereador estava em visível estado de embriaguez e que ele fugiu do local fazendo manobras zigue-zague depois da batida.

O vereador, que estava com um passageiro no veículo, identificado como Marcio Werlis Martins Nascimento, de 29 anos, foi encontrado logo em seguida pela Polícia Militar.

Durante o procedimento para registrar o boletim de ocorrência, o vereador teria se desentendido com as pessoas envolvidas no acidente e feito xingamentos e ameaças.

A PM diz que Marcio tentou quebrar móveis e eletrônicos na base policial e teve que ser algemado.

“Os policiais discutiram com o Márcio, que foi algemado. Pisaram na cabeça dele, foram truculentos. Em nenhum momento ofendi nem prejudiquei ninguém. Pedi para que o teste do bafômetro fosse feito e não fizeram”, declarou o vereador.

Godoy disse que o carro dele e o veículo envolvido no acidente nem chegaram a bater. O vereador afirmou que vai procurar o Ministério Público a respeito da atuação dos policiais.

A Polícia Militar disse que não houve nenhum tipo de irregularidade na abordagem e na condução do caso. Também afirmou que em nenhum momento o vereador ou Márcio ficaram sozinhos ou sofreram qualquer tipo de agressão. A corporação garantiu que a atuação ocorreu dentro da normalidade. 



Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Antônio | Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 15h05
    6
    1

    Muito bom aos policiais militares. Agiram com sabedoria e prenderam o vereadorzinho. Eles acham que são grandes autoridades nas cidadezinhas do interior....

  • Fábio | Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 14h51
    15
    2

    Mais um Bosta que acha que vereador tem imunidade.

  • Batmanligadajustica | Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 12h14
    34
    3

    Os policiais devem entrar com uma ação de danos morais contra esse inútil vereador

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS