15 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 17h:48 | Atualizado:

PRECAUÇÃO

Após ser hostilizado em voo, Gilmar volta de Cuiabá em avião da FAB

gilmarmendes1.jpg

 

Após ser hostilizado em um voo comercial durante o final de semana, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, utilizou um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), na última segunda-feira, 29, para viajar de Cuiabá (MT) a São Paulo (SP). Nos registros da FAB, o deslocamento consta como ‘à disposição do Ministério da Defesa Transporte do Presidente do TSE‘.

Segundo as informações públicas, ele saiu da capital do Mato Grosso às 13h05 e chegou a São Paulo às 17h30. O motivo, porém, não foi informado, embora em outros casos sejam apresentadas justificativas padronizadas como ‘serviço‘, ‘serviço/segurança‘ e ‘residência‘.

Segundo a assessoria de imprensa de Gilmar, ele precisou utilizar o avião da FAB para cumprir compromisso oficial no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em São Paulo, que ocorreria a partir das 17h de segunda-feira. A companhia aérea Latam, no entanto, possui um voo diário que sairia às 13h37 e chegaria antes deste horário, às 16h50 - o horário de chegada previsto pela companhia também ocorreria 40 minutos antes do horário de pouso registrado pela FAB.

A assessoria de Gilmar negou que ele tenha optado por viajar num avião da FAB por questões de segurança e destacou que no dia seguinte, terça-feira, ele utilizou um voo comercial para retornar a Brasília. Procurada, a assessoria de imprensa do Ministério da Defesa não se manifestou até a publicação deste texto.

No sábado, 27, passageiros de um voo de Brasília a Cuiabá gritaram ‘fora, Gilmar, fora, Gilmar‘. Ele foi questionado se iria ‘soltar o Lula, também‘ - o ex-presidente foi condenado a 12 anos e um mês de prisão em regime fechado na Lava Jato, mas pode recorrer em liberdade. O ministro não respondeu às vaias e provocações. 



Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Raimundo | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 09h41
    1
    0

    Vai virar farra de deslocamento de ministros e outras pessoas que se acha acima de qualquer um cidadão brasileiro,,,,,

  • marcos | Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 09h04
    1
    0

    É ISSO AI, VAMOS MANISFESTAR CONTRA O POVO CORRUPTO AQUI NO BRASIL, PELO ISSO PODEMOS FAZER.

  • Paulo | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 23h24
    9
    0

    Vergonha de MT.

  • revoltada | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 22h31
    12
    0

    Gostei de ver o povo reagindo! Isso serve pra ele refletir sobre suas condutas no Supremo e em sua vida particular.O povo acordou!

  • Osvaldo Silva | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 22h06
    7
    11

    Quem tem o poder de decidir não pode ser covarde. O magistrado deve decidir obedecendo o mandamento constitucional do livre convencimento motivado. Portanto, deve obecer a sua cosciencia e apontar os motivos que o levaram a decidir da forma como decidiu. Nesse aspecto, o Ministro GM esta de parabens. Decide de acordo com a sua convicção. O magistrado antes de ter compromisso com a lei, deve ter compromisso com a justiça... cabe ao judiciario distribuir justiça. Parabens Ministro pela sua coragem.

  • Pre calção | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h54
    13
    4

    Agora minguou o esquema acabou a mamata não terá mais decisões polêmicas e tampouco vai soltar corruptos políticos e criminosos do colarinho branco possivelmente aposenta

  • Luiz | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h45
    8
    1

    Tão cedo não solta ninguém bem como vai pensar duas vezes antes de qualquer decisão envolvendo políticos corruptos e a turma do colarinho branco.

  • ajuda para o capeta chamar | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h38
    24
    2

    abre o olho gilmar o povo já não aguenta mais.

  • ARAGUAIA | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h12
    12
    56

    DESRESPEITO TOTAL COM O MINISTRO, VAIAR AS PESSOAS É TIPICO DE PESSOAS DESPREPARADAS, E RECALCADAS. E MAIS, O MINISTRO GILMAR TRABALHA COM LEIS, PORTANTO SEUS DESPACHOS SÃO FUNDAMENTADOS EM LEIS. MATO GROSSO DEVE SE ORGULHAR DE TERMOS UM MINISTRO NO STF, E UM MINISTRO CORAJOSO, QUE TOMA DECISÕES, E NÃO FRAQUEJA, QUE AGE COMO UM VERDADEIRO JURISTA.

  • Matogrossense indignado | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h12
    35
    6

    Esse safado é um canalha corrupto, Bandido da pior espécie.

  • Um homem comum | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 20h03
    43
    2

    As decisoes de ministro tem afrontado o povo brasileiro.

  • alexandre | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h58
    31
    0

    1 jato pra 1 pessoa, desperdício de dinheiro público,...

  • ROBERTO RUAS | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h54
    14
    6

    Foi a única coisa que conseguimos ; aumentar a despesa. Só isso. É mesmo um país de palhaços esse Brasil. MALDITOS HOLANDESES que não expulsaram os Portugueses e nos deixaram essa cultura de déspotas.

  • Alencar | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h49
    23
    0

    Nosso dinheiro pagando despesas com esse senhor.

  • Marcos Justos | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h48
    16
    2

    Brincando mais uma vez com a cara do Bobinhos Brasilieiros...Esse é nosso Brasilzão !!! Uma hora acha um loko que tem mais coragem que os outros...

  • Geração de canalhas | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h47
    6
    26

    Lamentável esse nível de intolerância e radicalização,pois se virar moda atacar as autoridades pôr discordarmos de seus posicionamentos,aí vai virar baderna,apesar q mtos fracassados,querem isso.

  • Rubens | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h39
    6
    30

    Simplesmente ridícula a atitude desse povo. Povo tão perdido que achou o piloto tava chamando a polícia pra prender ele. Povo nem sabe como é feito o serviço de um ministro do STF. Não sabe que tda decisão dele é baseada na constituição. Coisa que mts ali nem sabem pra que serve. Povo corajoso agora não aparece ninguem pra assumir o que disse. Certo ou errado o que ele decide tem base na CF. Quem acha que pode fazer melhor faça como ele. Estude e vire ministro

  • Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 19h36
    31
    0

    Alem da classe política (legislativo) que usa "JATINHOS" às nossas custas, agora mais o Judiciário... Quando é que essa "FARRA" vai ACABAR?? É bom lembrar, que no "CONGRESSO", já tramita "N" projetos para por fim a esse "privilégio". Privilégio >>>Sim, porque é o meu, o seu, o nosso dinheiro público que está sendo torrado. Isso virou ""metástase"" no meio desse pessoal. Tá em lei, decreto, resolução, Regimento, Interno, Portaria etc..... ORA BOLAS!!!!!QUE REVOGUE .Vão espelhar nos países (Suécia, Dinamarca ... etc) que isso não existe por lá.... Chega de BANCAR essa turma.... Que faça essa despesa com os seu próprio BOLSO..... Fim de papo.....

  • Fabio | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 18h50
    33
    3

    Ficou com medinho ???????

  • Gilmar | Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018, 18h16
    54
    2

    Pago com dinheiro do contribuinte.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS