21 de Setembro de 2019,

Política

A | A

Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 00h:05 | Atualizado:

ALTERNATIVA ELEITORAL

DEM cita pesquisa e avalia lançar ex-prefeito de Cuiabá em 2020

Legend prioriza candidatura própria, mas admite alianças com outras legendas


Da Redação

robertofranca.jpg

 

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT), Eduardo Botelho (DEM), revelou que o Democratas vai formalizar um convite para o ex-prefeito de Cuiabá, e ex-deputado federal, Roberto França (PV), disputar a eleição para a prefeitura da Capital pelo partido nas eleições de 2020. “O partido tem um governador e tem o ex-prefeito de Cuiabá. Evidentemente trabalha com a possibilidade de ter candidatura. Isso vai ser um dos objetivos. Em não achando candidaturas, evidentemente aí  poderemos fazer alianças. Mas a princípio nós vamos trabalhar com candidaturas, inclusive, vamos fazer convites a pessoas que tenham potencial de ser candidato a prefeito. Uma delas é Roberto França. Vamos fazer esse convite para ele”, revelou Eduardo Botelho.

A declaração foi dada durante entrevista ao programa Resumo do Dia da última segunda-feira (19). Na mesma atração, o senador Jayme Campos (DEM-MT), um dos caciques do Partido no Estado, também lembrou da “história” de Roberto França.

Segundo ele, pesquisas recentes teriam apontado o ex-prefeito como um nome forte à prefeitura de Cuiabá para a disputa de 2020. “Não podemos esquecer Roberto França. Não podemos esquecer a sua trajetória, a sua biografia. Ele tem todos os pré-requisitos. Nas pesquisas que eu vi ele está na cabeça. Não podemos desconhecer o prestígio de um cidadão que está já há algum tempo sem fazer política, está cuidando do seu negocinho na comunicação. Na última pesquisa que vi está bombando né. Tá em quase 20% sem quase ou nada falar que é candidato”, lembrou Jayme Campos.

Roberto França vem sendo “cortejado” por partidos e lideranças políticas no Estado. Representantes do PSB, Solidariedade, PSDB, além do próprio DEM, já manifestaram interesse em sua candidatura pelas respectivas legendas. O ex-prefeito de Cuiabá ainda não tomou uma decisão sobre seu futuro político.

DIRETÓRIO

Jayme Campos também comentou a polêmica sobre a formação da comissão provisória, escolhida pelo Diretório Regional do DEM de Mato Grosso, para a eleição do Diretório Municipal de Cuiabá. Informações de bastidores apontaram que o ex-deputado federal, Fábio Garcia (DEM), presidente do DEM no Estado, teria escolhido os nomes sem consultar as demais lideranças do grupo.

O senador, porém, lembrou que uma reunião da sigla na última sexta-feira (16) “pacificou” possíveis constrangimentos. “Foi um mal entendido. Na medida que foi estabelecida a comissão provisória do DEM, na cidade de Cuiabá, algumas personalidades do nosso Partido se acharam preteridas pelo fato de que teria que haver um consenso maior, por falta de diálogo, um bom encaminhamento. E criou-se uma celeuma que não era necessária. Todavia foi saneada, na última sexta-feira reunimos todos nós. Com isso acomodou algumas situações para aqueles filiados mais antigos. Certamente agora pra frente [é] fortalecer a nossa agremiação em Cuiabá”.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Moreira | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 12h45
    0
    0

    Eu faço campanha contra esse Sapo Ladrão

  • Funcionário municipal | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 09h04
    0
    0

    Se estiver com Mauro Mendes NÃO voto nele

  • Indignado | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 08h19
    5
    1

    Esse Roberto França qdo foi prefeito da Capital, passou oito anos sem dar reajuste de salário e nem recomposição RGA, aos servidores da prefeitura. Foi um período de total desvalorização dos servidores. O salário dos servidores ficou tanto tempo sem reajuste que um servidor de nível médio passou de aproximadamente de cinco salários mínimos no início da gestão desse cidadão, para um pouco mais de um salário mínimo na gestão do prefeito Wilson Santos, quase 15 anos sem reajuste na gestão desses dois prefeitos. Agora que os servidores da prefeitura de Cuiabá estão tendo dignidade, com o plano de carreira instituído na gestão Mauro Mendes e sempre reajustados pelo atual prefeito Emanuel Pinheiro. Então senhores servidores municipais de Cuiabá, esse Roberto França e esses Campos juntamente com o Wilson Santos, são um verdadeiro retrocesso para Cuiabá e os servidores! ABRAM OS OLHOS !

  • Eleitor com Memória | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 08h13
    4
    0

    isso mesmo, vai pro DEM, que aí a derrota é mais certa !!!! #gordonão! #gordonão! #gordonão!

  • lari | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 08h12
    3
    0

    Realmente não podemos esquecer sua história e biografia... O PREFEITO QUE ATRASOU POR MESES OS SALÁRIOS DOS SERVIDORES!!!Somente após o Wilson Santos assumir é que foram regularizados, dai a pergunta: Por que não foram pagos na gestão do prestigiado Roberto França????? Nos poupem, por favor!!!Negocinho de comunicação??? Oi????

  • Joao Mello | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 07h21
    3
    0

    Podem lançar, ninguém mais vota no França. Está ultrapassado. Melhor pro Niuan.

  • Zeca | Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019, 04h41
    8
    1

    Já esqueceram quem vota e os eleitores, França retrocesso total.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS