12 de Agosto de 2020,

Artigos

Política

A | A

Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 11h:55 | Atualizado:

FIM DA HARMONIA

Deputados exigem pagamentos de emendas e liberação de recursos para Carnaval em MT

Presidente da AL-MT afirmou que governador precisa negociar com os parlamentares


Da Redação

botelho-biometria (1).jpg

 

“Se o governo não pagar as emendas, vamos judicializar”. O aviso é do deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (PSB).

A afirmação foi feita durante entrevista a Rádio Capital, na manhã desta terça-feira. O chefe do legislativo estadual também afirmou que há decisões da Justiça de casos semelhantes em outro Legislativos no país.

Botelho ressaltou que o pagamento das emendas é um direito do parlamentar e que tem previsão orçamentária. O presidente do parlamento ameaçou o governador Pedro Taques (PSDB) afirmando que se as emendas não forem pagas, entrará com uma representação judicial contra o executivo estadual. “Emenda tem que ser paga. É um direito do deputado. Se realmente não for pagar as emendas, temos que judicializar. Tem jurisprudência disso, de algumas Assembleias, que conseguiram que fosse honrado o que estava no orçamento. Estamos reivindicando nosso direito, se é direito, vamos cobrar. E se não pagar, estou falando publicamente que vou entrar com representação judicial para que seja cumprido o orçamento e pague as emendas dos deputados”, afirmou.

O presidente da AL deu um prazo para que o governador converse com os parlamentares. Ele destacou que a Casa, juntamente com os deputados, tem colaborado bastante com o executivo estadual e ressaltou que é preciso cumprir a legislação orçamentária e não simplesmente falar que não vai pagar.

Os parlamentares tem cerca de R$ 100 milhões em emendas para receber do Estado para execução de obras. “Tem que negociar com os deputados. Se não pode pagar tudo, pague ao menos uma parte. Tem que negociar até março, depois do carnaval. Sentar com deputados e definir. Nós, deputados estamos tendo compreensão, os poderes estão tendo compreensão. Agora não pode ficar falando para deputado que não tem dinheiro, não vai ter mesmo. Agora é direito do deputado e está no orçamento. Ou então acaba com esse negócio de fazer Lei Orçamentária. Foi feita uma lei, vamos respeitar, se arrecadou a menos, vamos discutir. Agora não pode simplesmente falar que não vai pagar. Deputados ficaram esperando e simplesmente não aconteceu. Aí fez promessa que ia passar uma parte agora. Acho que tem que cumprir. Penso que se está devendo, senta e negocia”, disse.

CARNAVAL

Eduardo Botelho afirmou também que defende que o Governo do Estado pague pelo menos uma parte das emendas destinadas para o Carnaval. Ele apontou que muitos municípios não tem condições de organizar a festa e que a data é uma das mais populares do País. “Eu não tenho emenda para o Carnaval. Mas defendo os deputados que tem base no interior e que trabalharam com isso. O carnaval é uma das maiores festas populares do Brasil e as prefeituras não tem condições de fazer essa festa. Todas elas dependem de uma emenda de deputado, de R$ 30 mil, R$ 50 mil. Então defendo que seja pago para os deputados, mas o governador cortou e temos que aceitar. Defendo e solicitei ao governador, ao invés de cancelar tudo, diminuísse o valor, até um limite máximo de R$ 50 mil para cada deputado. Mas cortar de uma vez, não aprovo e não achei legal isso não”, completou.



Postar um novo comentário

Comentários (26)

  • Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 18h45
    2
    0

    O MEU, O SEU,O NOSSO dinheiro público, não é capim para essa FARRA. CHEGA DE VER ESSE "DINDIN" ir pro RALO.

  • Aposentada antenada | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 17h38
    0
    3

    Esse povo não acompanha os trabalhos legislativos, não?? As intermediações, os projetos, as cobranças em defesa da população são constantes. E querem saber de uma? Senão fosse por esse cara presidente da Assembleia Legislativa, Mato Grosso estaria literalmente parado. E quem quer criticar faça melhor. Participe do plenário, das comissões, assistam, solte a voz, denuncie, mas deixam de ser idiotas e frustrafos.

  • iron | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 17h17
    1
    2

    onde esto os 24 deputados que não fiscalizam que dizem amém pra tudo? tnc

  • Cuiabania | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 17h02
    5
    0

    Bando de subserviente fizeram tudo que o desgoverno Taques quis, agora vc pretende se reeleger é não tão encontrando votos vcs estão provando p próprio veneno.

  • Sociedade | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 16h43
    0
    4

    Taques 2018 O melhor governador....de candidatasse para presidente da República ganha...certeza..parabéns meu governador...

  • alexandre | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 14h45
    8
    2

    gasta a verba de 65 mil reais patrocinando o carnaval, com dinheiro publico não...

  • fabio | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h58
    8
    1

    Politicagem é uma merda, quando eu falo que TODOS OS DEPUTADOS SÓ ESTÃO PREOCUPADOS COM SEU PRÓPRIO UMBIGO é porque é assim que funciona. Banco de boçais

  • Roger | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h53
    8
    1

    Cuiabá já tem a "Casa dos Horrores" agora acabou de surgir o "Castelo dos Horrores", vai caçar o que fazer nobre deputado, carnaval é coisa passageira, educação, saúde e segurança é para bem estar e dignidade das pessoas.

  • alexandre | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h47
    4
    2

    se fechar a AL o TJ economizamos quanto ?

  • Sociedade | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h46
    0
    7

    Taques 2018 O melhor governador....de candidatasse para presidente da República ganha...certeza..parabéns meu governado...

  • Observador | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h42
    7
    3

    Alguém sabe de algo que o Botelho fez na Assembleia em benefício do povo de MT? Não tem absolutamente nada, ele não fez, ficou 4 anos com pura demagogia, mas infelizmente será eleito, não pelo Deputado que foi, nas pela grana que tem.

  • alexandre | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h42
    9
    0

    verba pra bancar carnaval no reduto eleitoral ? cada deputado tem 65 mil de verba indenizatoria ? basta tirar do próprio bolso...

  • Valdiley | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h23
    9
    0

    Nunca conheci um governo q conseguisse colocar os poderes constituídos a seus pés, inclusive ao ponto de mendingarem por um direito líquido e certo, parabéns a ele, agora, q essa política praticada por esses parlamentares a moda Roma Antiga, agradando o povo com festa sempre funcionou, espero q essas emendas nunca saiam. Boa governador estamos assistindo algo histórico kkk.

  • Carlos Roberto | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h18
    7
    1

    Na boa. Pedro Taques, não libera p... nenhuma verba pra Carnaval. A Segurança Publica agradece.

  • Ari | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h10
    5
    1

    Não cede governador ,colocamos vc lá pra ser oDIFERENTE....TAMO JUNTO

  • Junior | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 13h04
    6
    0

    Concordo que o governador têm que dialogar com os deputados, porém, analisando tudo que o nosso país passa politicamente e financeiramente penso que o momento é de priorizar setores essenciais,por exemplo a saúde, e não o carnaval. Carnaval não pode ser financiado pelo dinheiro público, as prefeituras deverão realizar parcerias com o privado. Parabéns ao governador pela decisão.

  • Eleitor | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h59
    4
    0

    a vida é feita de prioridades... na sua casa vc faz isso ..!! no governo tem que ser a mesma coisa, prioridade hj é saúde, educação e transporte...!!!!

  • Comentarista | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h26
    22
    0

    Demagogos do inferno.

  • Fernando Moreira | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h22
    17
    0

    Ou os PODERES são bonzinho com o Pedro Taques ou tem MEDO ou são CONIVENTE com essa SITUAÇÃO. A grande maioria pensa que é MEDO E CONIVENCIA pq se fosse outro governador ja tinha caido faz horas.

  • edy marcos | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h20
    14
    8

    Agente não quer só comida, agente quer comida diversão e arte. Dane-se outras prioridades, sou pai negligente que sai e gasta o salário do mês na gandaia e volta depois com o dedo chupado.

  • JEFERSON MATOS | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h12
    33
    2

    Esse negócio de pagar emenda parlamentar é sinônimo de corrupção. É moeda de troca pra sacanagens. Não tem nada que pagar emenda pra deputado, pra apaziguar curral político.

  • Rafael | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h11
    31
    1

    Governo sem dinheiro pra quitar as despesas básicas e os deputados preocupados com o carnaval. Abre o olho pra quem vota população!

  • Luiza | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h10
    29
    0

    Vai trabalhar deputado, preocupado com carnaval, vai trabalhar pela saude , seguranca e educação

  • Indignado | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h05
    32
    0

    Ué não era o Botelho que estava babando ovo para Pedro Taques esses dias? Toma Botelho, carnaval é o caralho, o povo quer saúde e educação.

  • PVA do Leste | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h03
    31
    2

    Verdade deputado, fazer festa! Pra que dá prioridade pra saúde, segurança pública... Vocês querem fazer moral com povo, foda-se o Estado. Querem desviar o foco da crise.

  • sediclaur | Terça-Feira, 30 de Janeiro de 2018, 12h00
    26
    0

    Não tem verba pra atender as emergências na saúde, com gente morrendo nas filas dos hospitais, mas pra carnaval essa cambada da ALMT pressiona pra que seja liberada. É uma lástima essa turma. Mas as eleições estão às portas e aí vamos passar a vassoura nessa turma e fazer um limpa pra próxima legislatura.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS