08 de Abril de 2020,

Política

A | A

Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 10h:35 | Atualizado:

CORRUPÇÃO NAS URNAS

Jornal prevê voto de ministro para cassar Selma e lembra apoio a "prisão em 2ª instância"

Folha SP ironiza lembrando que senadora prega "nos outros é refresco"


Da Redação

caneta-selma.jpg

 

Liderados pelo senador paranaense Álvaro Dias — presidente nacional e principal estrela do Podemos —, todos os políticos da bancada do partido intensificaram o jogo rápido para ver se consegue encaixar um hat-trick no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e assim salvar o mandato da senadora Selma Arruda, cassado pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Mato Grosso. O julgamento inicia-se nesta terça-feira (03) e será trasmitido ao vivo pelo FOLHAMAX.

A ex-juíza sabe da gravidade de sua situação desde quando resolveu trocar o PSL, antigo partido do presidente Jair Bolsonaro, que ambos senadores ainda apoiam, pelo Podemos. Nos bastidores da política tanto em Brasília quanto em Cuiabá, a análise é que dificilmente a chamada Moro de Saias conseguirá se livrar da sentença, dada por unanimidade pelo Pleno da Corte Eleitoral de primeira instância por abuso de poder econômico e utilização de caixa dois desde abril deste 2019.

Desde esse tempo Selma se mantém no cargo por meio de recursos impetrados no TSE, onde quem analisará a situação atual dela é o ministro Og Fernandes. A ele tem se dirigido constantemente, desde o meio da semana passada, diversos aliados da senadora — inclusive de outros partidos, mas comumente integrantes do grupo Muda Senado — prometem fazer uma peregrinação aos gabinetes dos membros da corte para evitar o que seria o pior de todos os cenários: a saída precoce do Senado após pouco mais de 10 meses no mandato.

Toda essa luta, entretanto, considerou a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, é só parte de um protocolo de não conformidade, pois a expectativa, mesmo entre os aliados, é a de que Og Fernandes simplesmente confirme o entendimento do TRE e assinta à cassação em seu relatório aos demais ministros sobre o caso. Para movimentar uma defesa nesse sentido, aliás, é que Selma tenta também a antecipação da pena para a segunda instância.

"Antevendo decisão desfavorável do ministro Og Fernandes, do Tribunal Superior Eleitoral, aliados da senadora Selma Arruda (Pode-MT) que integram o grupo Muda Senado querem fazer uma peregrinação a gabinetes de membros da corte para evitar que ela tenha o mandato cassado. Eleita sob o apelido 'Moro de saias', Selma foi condenada por unanimidade no Tribunal Regional Eleitoral por abuso de poder econômico e caixa dois. A expectativa de seus aliados é a de que o ministro Og confirme o entendimento do TRE e recomende a cassação em seu relatório aos pares sobre o caso. Selma apoia a antecipação da pena para a segunda instância", diz a nota do principal jornal do país.

Visto como grande articulador político, bem relacionado com todos os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) favoráveis à Lava Jato, Álvaro Dias é entendido como o principal coringa na manga da magistrada aposentada para tentar reverter a tragédia que seria ver sua carreira pública naufragar após abrir mão de uma vida inteira dedicada ao judiciário.

TRIBUNA

A própria magistrada aposentada — que agora é oficialmente referenciada em textos de assessoria como “senadora Juíza Selma (Podemos)” — usou a tribuna do Senado no final da sessão vespertina de segunda-feira (2) para falar sobre o próprio “trabalho de combate à corrupção” e quanto à expectativa para o julgamento no TSE dali a algumas horas. Se disse acolhida e apoiada por seus eleitores mato-grossenses.

“Cada um dos meus 678.542 votos, o que correspondeu a mais de 25% dos votos válidos do meu Estado, cada um desses votos foi dado com essa intenção. As pessoas com quem eu converso, com quem eu encontro na rua, não me criticam por estar sendo processada, elas me elogiam porque sabem o que está acontecendo. Então, ao invés de eu me sentir constrangida ou mal em falar sobre isso, eu venho aqui e digo de cabeça erguida: estou sendo processada. O meu processo foi um recorde como o senhor mesmo disse”, afirmou Selma, referindo-se à crítica do senador Eduardo Girão (Podemos) sobre a celeridade com que tramitou o processo contra ela, cerca de cinco meses entre denúncia, inquérito e condenação.

A autodeclarada ex-linha dura também afirmou que ela e todos os que defendem o combate à corrupção no Brasil saem vitoriosos do julgamento. E ironizou a velocidade imputada ao processo. “Talvez eu seja a única brasileira que não pode se queixar da lentidão da justiça. Em razão disso, a gente pode até prever que o resultado não seja positivo, mas eu penso que, de qualquer forma, o resultado será positivo diante disso tudo. Vai trazer uma mensagem bastante positiva pra todos nós porque, se a justiça for feita, se os julgadores analisarem o processo com técnica, se eles abandonarem a vontade política de alguns que estão lá pressionando para minha cassação, eu vou sair vitoriosa, todos nós sairemos vitoriosos por termos visto a justiça prevalecer. Mas se isso não acontecer, nós saímos vitoriosos de qualquer forma, porque nós levamos daí uma lição muito importante, a lição de que toda luta ainda é pouca, a lição de que a gente precisa mesmo mudar este país”.

Outro bastante ligado nas sessões de julgamentos eleitorais no TSE a acontecerem no dia de hoje deve ser o presidente Jair Bolsonaro, pois também é nesta terça-feira (03) que o Tribunal analisa se um partido pode ser criado a partir da coleta de assinaturas eletrônicas, como é o caso do Aliança Pelo Brasil. Também ministro da Corte Eleitoral Superior, Luís Felipe Salomão será o responsável por analisar a validade das assinaturas eletrônicas colhidas para a criação de um partido político.

Como se sabe, esse foi o pano de fundo da criação do novo partido pretendido pela família Bolsonaro — onde os quatro filhos homens seriam protagonistas, dividindo entre si os cargos de diretoria. O julgamento de hoje é continuação da semana passada, quando Salomão pediu vistas desse processo, que chegou ao TSE por meio de uma consulta do deputado Jerônimo Goergen (Progressistas, Rio Grande do Sul).

“A corrupção é um crime muito mais grave do que um homicídio, latrocínio, um estupro, do que qualquer coisa. A corrupção mata milhares de pessoas e passa batida. Ela não tem um nome, não tem uma vítima. Num latrocínio você tem a vítima, o cheiro do sangue, a arma, a materialidade. A corrupção não tem isso, ela é volátil, é um mal que está aqui, uma nuvem negra que está nos cercando”, disse a parlamentar.

CONFIRA ÍNTEGRA DAS NOTAS DA FOLHA SP

Time na rua

Antevendo decisão desfavorável do ministro Og Fernandes, do Tribunal Superior Eleitoral, aliados da senadora Selma Arruda (Pode-MT) que integram o grupo Muda Senado querem fazer uma peregrinação a gabinetes de membros da corte para evitar que ela tenha o mandato cassado.

Esperando o pior

Eleita sob o apelido “Moro de saias”, Selma foi condenada por unanimidade no Tribunal Regional Eleitoral (https://painel.blogfolha.uol.com.br/2019/04/10/porunanimidade-tre-cassa-mandato-de-senadora-do-psl-conhecida-como-moro-de-saias/) por abuso de poder econômico e caixa dois. A expectativa de seus aliados é a de que o ministro Og confirme o entendimento do TRE e recomende a cassação em seu relatório aos

pares sobre o caso.

Nos outros é refresco

Selma apoia a antecipação da pena para a segunda instância.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Aecio never | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 14h19
    2
    0

    ESSA MULHER É TÃO RIDÍCULA QUANTO AO MORO PAGA PAU DE BOZONÓIA

  • eurides | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 13h56
    0
    2

    SE ISSO ACONTERCER Mato Grosso vai ficar sem representante no Senado pois a única Senadora é e será SELMA , ela representa quase 700 mil votos.

  • Amanda Duarte | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 13h47
    2
    0

    É preciso Rigor nesse Julgamento. Tolerância Zero com Caixa 2.

  • Paulo Fiuza | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 12h53
    8
    2

    Esse mesmo ministro está com o processo do José Medeiros que também foi cassado por unanimidade pelo TRE MT e até hoje não julgou o recurso do recurso do recurso

  • Aline Assis Aposentada | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 12h15
    12
    3

    Aí graças a Deus. Ela fez muita coisa errada e tem que pagar esses erros né. Bjs

  • jose carlos | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 12h11
    12
    0

    Mesma velocidade que ela utilizou do cargo para se promover politicamente!!!!!

  • Robson Souza | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 12h05
    16
    1

    Não é esse grupo de senadores que pregam que querem que a Lei seja cumprida? Então deixa a Lei ser cumprida. Ela cometeu ilícito e deverá pagar por isso. Que a Lei seja cumprida.

  • Luciano | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 12h00
    18
    0

    Ela reclama da celeridade da justiça no caso do Lula também?

  • Regis Santana | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 11h50
    16
    0

    TCHAU QUERIDA!!!!

  • Gustavo | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 11h46
    12
    1

    se a justica fosse seria nao teria nem deichado ela assumir o mandato..mas agora e chegada a sua hora . a Justica de Deus tarda mas nao falha ..

  • PAULO | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 11h40
    22
    0

    Para alguém que sempre berrou contra os recursos da defesa os usa agora sem pudor. Vergonha

  • Xai | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 11h08
    24
    0

    Reclamando da velocidade do processo? Os que ela julgava, eram quase na velocidade da luz. Agora, reclama quando lhe aplicam a mesma medida. Quem entende, né?

  • QUA. QUA. QUA | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 11h01
    7
    0

    ATE. PARECE....QUE. A. CONVERSA. E. SERIA. (XICO. ANÍSIO)

  • ELEITOR | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 10h56
    33
    3

    SE TSE ABSOLVER ESTA SENHORA PODE EXTINGUIR O TRE DE MATO GROSSO PORQUE ESTA SENHORA FOI CASSADA POR UNANIMIDADE PELO TRE MT, NÃO É POSSÍVEL QUE TODOS OS MAGISTRADOS DO TRE DE MATO GROSSO ESTEJA EQUIVOCADOS.

  • Rogério | Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 10h52
    30
    3

    Quando ela vai ser presa????

Matéria(s) relacionada(s):

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS