15 de Novembro de 2019,

Política

A | A

Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 09h:56 | Atualizado:

SENTENÇA NA GRAMPOLÂNDIA

Juiz militar rebate corporativismo e cobra punição a Taques e membros do MPE

Valdemir Barbosa afirma que Justiça Militar deu resposta rápida e justa sobre o caso envolvendo PMs


Da Redação

valdemir-barbosa.jpg

 

 

O coronel Valdemir Barbosa, que atuou como juiz no caso dos grampos, considerou que a Polícia Militar de Mato Grosso conseguiu dar resposta adequada à sociedade com a condenação do coronel Zaqueu Barbosa, absolvição dos coroneis Evandro Lesco, Ronelson Barros e do tenente-coronel Januário Batista, além da concessão do perdão judicial ao cabo Gerson Correa Junior. Ele avaliou todo processo como "um julgamento célere e justo", que deveria ser exemplo para as outras instituições com membros envolvidos no escândalo da Grampolândia Pantaneira.

O juiz militar também cobrou diretamente punições aos primos Pedro e Paulo Taques — respectivamente ex-governador e ex-secretário-chefe da Casa Civil. “São dois anos trabalhando neste processo. A opinião pública mato-grossense, desde o início, falava que por ser um conselho formado por coronéis, a corda iria arrebentar do lado mais fraco, e quem pagaria por isso era o cabo”, admitiu em entrevista coletiva logo após o julgamento na 11ª Vara Criminal Especializada em Justiça Militar da Comarca de Cuiabá, na noite desta quinta-feira (07), quando o ex-comandante geral da PM ouviu uma sentença de oito anos de prisão em regime semiaberto e perda da patente a um posto imediatamente abaixo.

“Eu fiz de tudo para que neste processo a verdade real viesse à tona. E ela veio através do Cabo Gerson. Ele falou a verdade e depois foi acompanhado pelo coronel Lesco. Infelizmente, o coronel Zaqueu não trouxe toda a verdade para os autos e por isso vocês viram a condenação do colega coronel Zaqueu Barbosa a oito anos em regime semiaberto”, explicou.

Sobre a perda de patente a um militar já aposentado —em termos civis; na reserva, em termos militares —, o também coronel explicou que tudo segue como antes da condenação, pois os 30 anos de contribuição dele ao Fundo de Previdência Estadual já haviam sido recolhidos. Inclusive, o salário dele não sofrerá redução.

“Ele perde a patente de coronel pelo TJMT (Tribunal de Justiça de Mato Grosso), segunda instância, mas não perde salário porque tem a contribuição dos 30 anos que ele fez. O MT Prev é quem paga os nossos salários e não o governo de Mato Grosso. O MT Prev, lógico, é do governo, mas nós contribuímos para receber esse salário”.

A questão da perda da patente ainda pode ser recorrida e o salário não se altera porque a lei não permite reduções de salário.

MPE E PJC

Agora, anuncia coronel Barbosa, o que espera a corporação é que as outras instituições envolvidas, como a PJC (Polícia Judiciária Civil) e o MPE (Ministério Público Estadual), punam exemplarmente seus agentes e promotores de justiça envolvidos. Afinal, era seguindo ordens e auxiliando também eles que os militares cometeram os desvios ali julgados, porém foram devidamente responsabilizados.

“A Justiça Militar é célere, é rápida. O julgamento aqui já aconteceu. Eu quero ver se vai ter julgamento do ex-governador Pedro Taques e quem vai julgar. Se vai ter julgamento do ex-secretário Paulo Taques, financiador do programa Sentinela, e quem vai ser. A corregedoria da OAB, do Ministério Público? A nossa parte da justiça militar nós já fizemos. Tem outras pessoas que fizeram barriga de aluguel, como promotores públicos, delegados, quem vai julgá-los? Quero ver as outras instituições e quero que a sociedade mato-grossense também cobre isso”.

O coronel e juiz militar considerou, por fim, que o efeito à instituição PMMT foi bastante ruim perante o povo de Mato Grosso, mas o efeito para a Polícia Militar, apesar de ruim em Mato Grosso, mas foi deletério mesmo à Corporação aconteceu frente ao resto do Brasil. “Não só no estado de Mato Grosso, mas no Brasil todo. A imprensa nacional fala sobre a Grampolãndia Pantaneira e não fala de MP, não fala de ex-governador, não fala de ex-secretário, quando se fala na imprensa nacional é só da minha instituição, a Polícia Militar, por isso que nós ficamos no prejuízo por enquanto. Eu espero que a justiça seja feita a todos os culpados não só aos policiais militares”.

 

Postar um novo comentário

Comentários (17)

  • Recruta | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 15h21
    0
    0

    Cara de PIÇA

  • Eliane | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 15h15
    0
    0

    A aqueles que não acreditam na justiça militar, então devem acreditar no STF? Para os acham que está errado leiam o código penal militar e processo penal militar, se não sabem ou nunca leram é lei federal!

  • Rodrigo | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 14h57
    0
    0

    Vamos ver agora como fica na Polícia civil e no ministério público! Pois estão ou estiveram envolvidos até o pescoço nisso, agora acho eu que o MP vai parar de perseguir a PM !

  • Indignado | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 14h38
    0
    0

    PIOR ERRO DA JUSTIÇA E COLOCAR ESSES CORONEL PRA JULGAR , NÃO ENTENDE DE LEI NÃO SABEM NADA AINDA QUER DA 2 anos de prisão para zaqueu pelo amor de Deus coronel .

  • Indignado | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 14h37
    0
    0

    COMO UM CORONEL DE POLÍCIA TEM CORAGEM DE CONDENAR ZAQUEU 2 anos prisão . E dar 3 anos para o cabo . O POSTE MIJA NO CACHORRO ? ME DESCULPA MAS ESSES CORONEL PRECISA URGENTE DE UM CURSO DE DIREITO

  • Indignado | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 14h35
    0
    0

    Deram uma pena de 8 anos para coronel zaqueu semi aberto sem a perca da função publicão pq a corregedoria não tem coragem de mandar ele embora isso é um premium para esse coronel ..

  • MARIA TAQUARA | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 14h26
    1
    0

    Justiça Militar é uma palhaçada, tem que rever isso aí!

  • Deus não demora, capricha! | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 12h51
    1
    0

    Nobre coronel não tenha duvidas que a justiça foi feita, mas não a militar; será, sim, de Deus!! Será implacável e justa. Não só os criminosos mas aos que tem o dever de julgar também. Deus não demora, capricha!!

  • Paquetá | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 12h40
    1
    2

    Será que esse coronel tem um mínimo de vergonha, de caráter? Vir falar asneiras desse tipo? Isso é premiar o crime e os criminosos! Será que ele não tá no meio dessa safadeza não? Com decisão desse tipo, branda, premiando criminoso, não duvido nada! Ainda mais que quando a gente precisa da PM e escuta certas palavras e vê certas atitudes de alguns, seus comentários, duvida da policia, em sua imparcialidade de agir em prol de todos e por igualdade, favorecendo os seus "queridos" e relevando os outros! Ou se tem preferência e parcialidade em atender ocorrências a certas pessoas?

  • Ares | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 12h30
    1
    1

    Não adianta ficar latindo carcarejando aqui já foi provado e comprovado que a opinião de vocês jamais será levada a sério não vale nada

  • Paolo | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 12h26
    2
    0

    E pq esse juiz não cobra expulsão e cadeia pra aquela vagabunda assassina da tenente bombeiro??

  • ANTONIO | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 12h15
    1
    0

    Se fossem só pracinha, tinham sido condenado a morte, ou to errado?

  • Gil | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 11h44
    1
    1

    Deveria ter vegonha de vir a público dar estas declaraçoes, tinha que se esconder. Pelas informaçoes ninguem sofreu qualquer punição efetiva. vergonha.

  • Hildo | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 11h23
    3
    1

    Taques tem que pagar por seus crimes. A sociedade não tolerará essa vontade sta grossa

  • Marlova | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 11h22
    8
    4

    Realmente "célere " a justiça militar...para perdoar bandidos de farda!

  • Paulo Cesar | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 10h51
    6
    3

    Justas palavras! Será haverá a justiça em todas as esferas como ele havida dito ou vão deixar cair no esquecimento? com a palavras os órgãos envolvidos.

  • andre | Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2019, 10h31
    7
    2

    JUSTIÇA MILITAR É UMA PIADA, EU NÃO SEI QUEM INVENTOU EM ENFIAR CORONEL PARA DECIDIR ALGUMA COISA, PQP, SÓ VEM MERDA

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS