22 de Outubro de 2019,

Política

A | A

Sábado, 14 de Setembro de 2019, 18h:45 | Atualizado:

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO

Selma afirma estar preparada para cassação e diz ir ao Senado "com nojo"

Senadora de MT confirmou que deixará o PSL e se filiará ao Podemos

SELMA.jpg

 

Sob a vista de um quadro de Jesus, de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, e de uma escultura de um Cristo crucificado – nas paredes de seu gabinete –, a senadora de primeiro mandato Selma Arruda (MT), juíza aposentada também conhecida como “Moro de saias”, disse ao Estado que decidiu sair do PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro. “São coisas graves, é uma pressão que vem de todo lado – e é por isso que eu vou sair do PSL”, afirmou. “Na próxima quarta—feira vou me filiar ao Podemos”.

Não explicitou as “coisas graves”, mas disse que foi “pressionada por membros do PSL” para retirar sua assinatura do pedido para a instalação da CPI da Lava Toga. O único nome que citou foi o do senador Flávio Bolsonaro, igualmente do PSL e filho do presidente da República. Também alegou, entre os motivos da saída, a “falta de solidariedade” do PSL em relação ao processo de cassação de seu mandato, em andamento no Tribunal Superior Eleitoral.

Selma Arruda – 56 anos, 22 deles como juíza - fez a campanha com as bandeiras do candidato Bolsonaro e da operação Lava Jato. Foi eleita em primeiro lugar com 678.542 votos (24,65% dos válidos). Nem tinha assumido o mandato quando, em janeiro deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso desaprovou suas contas de campanha por unanimidade. Uma segunda decisão unânime do mesmo

TRE, em abril, cassou seu mandato e o de seus suplentes, por abuso de poder econômico e caixa 2. Negando todas as acusações, a senadora recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – onde o processo tramita, sob a relatoria do ministro Og Fernandes. No começo da semana foi divulgado o parecer da procuradora geral da República, Raquel Dodge, favorável à cassação do mandato. A qualquer momento o relator pode levar o caso a julgamento no plenário.

Também aguarda julgamento, no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), um Procedimento Administrativo Disciplinar (PDA) em que é acusada de usar o cargo de juíza para aproveitamento político e midiático. Está nas mãos do corregedor do CNJ, ministro Humberto Martins, aguardando data de julgamento. Não é a primeira vez que ela passa pela corregedoria do CNJ. Foi advertida, em 2008, por ter admitido seu marido, advogado e policial rodoviário federal aposentado, como voluntário na vara em que era juíza, sem nenhuma formalidade legal. Mesmo punida com a advertência, não admite que tenha errado. “Eu estava certa”, afirmou. Sobre o PDA que ainda vai a julgamento, disse que o Tribunal de Justiça do Mato Grosso “opinou favoravelmente” a ela, e que “a tendência é ser arquivado pelo CNJ”.

A senadora recebeu o Estado na tarde da última quinta-feira, no gabinete 15 da ala Teotônio Vilela do Senado. Aparentava tranquilidade.

“Quando você não deve, é difícil ficar preocupada”, afirmou, antes de ligar sua metralhadora verbal. A munição é farta de teorias conspiratórias, sem nenhuma prova, principalmente contra os juízes do TRE/MT que cassaram seu mandato por unanimidade. A assessoria do Tribunal disse ao Estado, em nome deles, que “as decisões foram tomadas em cima das provas dos autos”.

Os olhos verdes de senadora choraram com vontade durante os minutos em que lembrou a morte dramática de sua filha Letícia, advogada de 25 anos, em 2014, vítima de um câncer de pele devastador. “Cada cicatriz é uma vitória”, dizia, segundo a memória da mãe. “É isso que me dá coragem”, afirmou a senadora com a maquiagem borrada. A seguir os principais trechos da entrevista:

Quais são as suas razões para sair do PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro?

O PSL é um partido que me incomoda, não apenas pela falta de solidariedade em relação a todo esse processo que eu estou enfrentando [de cassação do mandato], mas também em relação a essas pressões de membros do partido para tirar a assinatura do pedido de CPI da Lava Toga. Não tenho mais jeito de permanecer nesse ambiente.

Quais membros do partido a pressionam para tirar a assinatura?

O senador Flávio Bolsonaro. Mas não é só ele.

Quem mais?

Não é hora de citar mais nomes.

O senador Flávio falou diretamente com a senhora para retirar a assinatura?

Sim.

Foi uma conversa amigável?

Não. Mas não quero entrar em detalhes.

Por que a sra. optou pelo Podemos?

O Podemos faz parte da base do governo, e te deixa livre para seguir as convicções. Eu tenho dito, desde a campanha, que não sou seguidora incondicional do Bolsonaro. Não sou Bolsonaro até debaixo d’água. Casamento homossexual, por exemplo, eu nunca fui contra isso.

Como o Podemos se posiciona em relação ao processo que ameaça cassar o seu mandato?

A postura é de amparo. Já estou muito ligada a eles. Outro dia nos reunimos, e me disseram: “O que é que a gente pode fazer para te ajudar? Quer que todo mundo vá pro plenário e bote a boca no trombone?”. Eu me sinto acolhida. Nunca tive isso do PSL.

Alguma divergência de fundo com o PSL?

O PSL tem tido alguns posicionamentos que são contrários aos meus princípios. Por exemplo. A reforma da previdência, na minha opinião, é a coisa mais cruel dos últimos tempos.

E o que isso diz sobre o PSL?

O partido não tem uma consistência ideológica própria. Não tem um formato de partido. Não é um lugar que tu encontres uma ideologia que não seja mero repeteco de algumas frases prontas. Tudo é culpa da esquerda. Todo mundo é comunista. Eu não dou conta disso. Não tem uma liderança. Não tem envolvimento nem sequer do próprio presidente da República. Ele não consegue se envolver com a gente.

Algum exemplo?

Eu, senadora da República, do partido do presidente, estou tentando uma audiência com o ministro da Saúde tem alguns meses. O PSL se

deixou dominar muito pelo DEM, no governo. Alcolumbre é DEM. Maia é DEM. Lorenzoni é DEM. Tereza Cristina é uma excelente ministra, mas é DEM. O PSL não tem um comportamento de partido.Você se sente perdido lá.

Qual tem sido o papel do presidente Bolsonaro em relação ao PSL?

Uma vez eu e Soraya (Thronicke), a outra senadora do PSL), fomos ao presidente. “Presidente, o sr., por favor, conte conosco para apoiar o governo. Nós somos senadoras do PSL e nós queremos que o sr. nos diga qual é a sua orientação”. Ele respondeu: “Cada uma de vocês vote de acordo com a sua orientação, a sua consciência”. Sabe um trem perdido? É desse jeito. E, além disso, essa atuação por baixo dos panos para minar a instalação da CPI da Lava Toga.

Quem do Podemos influiu mais para a sua filiação?

Os senadores Álvaro Dias, Lavoisier Martins, Oriovisto Guimarães, Eduardo Girão. O Álvaro é um grande líder. Eu teria votado nele para presidente se não estivesse no PSL. Todos nomes qualificados, extremamente inteligentes. Girão é um homem espiritualizado. Pessoas que vem com a alma limpa para a política.

Alguma decepção com o major Olímpio, líder do PSL no Senado?

Absolutamente. Nem como líder, nem como homem. É íntegro. Um sujeito absolutamente honesto. E também está com um pé fora do PSL.

E os outros dois senadores do PSL – Soraya e Flávio Bolsonaro?

A Soraya é uma grande irmã que eu consegui aqui. Quando eu fui cassada, ela correu aqui. Eu chorei no ombro dela.

E o senador Flávio?

O Flávio é filho do presidente. É um pouco ausente no Senado.

Por que a senhora está evitando uma crítica direta?

Porque essa crítica iria respingar no presidente. Seria uma crise a mais, e a gente pode evitar.

Alguém do PSL falou com a sra. para não sair do partido – ou todo mundo ficou aguardando a sua saída?

Ficou todo mundo apreciando a minha saída. Ontem o [Antônio] Rueda, vice-presidente do PSL, me ligou, e perguntou se era verdade. Eu disse: “Ainda estou no PSL, mas por pouco tempo”. Ele não disse nada.

E o Luciano Bivar, presidente?

Nada, também. A imprensa inteira publicou que eu estava pensando em sair, e ninguém falou nada.

É como se estivessem torcendo para a senhora sair?

É a questão da postura. Se o presidente da República fala que cada um pode agir de acordo com a sua convicção, isso tem que ser uma regra.

O TRE do Mato Grosso reprovou suas contas de campanha, e cassou o seu mandato. Duas decisões unânimes, do tribunal pleno, envolvendo, ao todo, oito juízes. Não é muita coisa contra a senhora? Ou são todos cegos, equivocados, errados e, manipulados, como a sra. tem dito, genericamente, e sem provas?

Não são oito juízes. São dois. Os que foram relatores dos respectivos casos, ambos com ligações com poderosos que eu mandei prender. O resto dos juízes foi na onda.

A senhora não judicializou essas acusações – o que as torna levianas. Não?

Não.

Qual é a sua expectativa em relação ao julgamento do TSE, que pode ou não cassar o seu mandato?

Tenho certeza absoluta que eu não fiz nada irregular. Do ponto de vista técnico, jurídico, estou absolutamente tranquila, e confiante. O meu temor é que não seja um julgamento jurídico, e sim político, de alguma forma influenciado por esse jogo político. Mas ainda assim eu prefiro confiar, porque a composição atual do Tribunal é muito técnica e muito correta.

A senhora a tem de memória?

Rosa Weber, Barroso, Fachim, que são tidos como os mais malvados do STF, mas malvados para vagabundos. Se eles são corretos, eles vão ler o processo e vão ver que não tem nada errado. Tem mais o relator, que é o ministro Og Fernandes, e mais dois advogados, não lembro os nomes.

O parecer da procuradora Raquel Dogge pode pesar na balança?

Um tribunal superior já não tem mais aquela imaturidade de quando você é juiz novinho e fica achando que promotor tem razão em tudo.

Recorreria de uma decisão adversa?

Meu advogado é que vai resolver, mas em princípio não. Eu peguei uma aversão por isso tudo, por esse sistema, por essa nojeira. Em sentido figurado, tenho que tomar um dramim por dia, pra vir ao Senado. Porque dá nojo.

A senhora está preparada para uma decisão adversa?

Absolutamente preparada. Confio que não aconteça, mas não descarto que aconteça. Porque eu já sofri dois reveses. Se der certo, parabéns. Se não der certo, eu faço a mala e volto pra casa, rindo.

 

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • Ggm | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 21h02
    0
    1

    Acordou tarde, esse partido psl e uma fraude. Um bando de incompetentes canalhas, o tombo vai ser geral.

  • Paulo | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 19h14
    0
    1

    Só faltou uma imagem de Lord Ganesh. Tomou?

  • . | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 10h55
    8
    2

    BEM FEITO. BEM FEITO. Pega vossa aposentadoria e vai às compras em Miami que tu ganhas mais doutora!

  • julierta de saia | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 10h31
    8
    2

    tadinho dela inocente não sabia de nada...kkk...kkk..imaginem! o que de canalhice essa imunda deve ter feito quando era juizeca, foi escudeira do pedrinho, depois o traiu e abandonou...tem que ir pra cadeia mesmo essa vagabunda.FATO

  • Elias | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 09h51
    6
    0

    O que será que no sinval Barbosa acha disso eim..

  • fenando | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 09h46
    8
    2

    Esta senhora quando era juiza pisava na cabeca dos seus servidores agora chegou a vez dela,senao tivesse preocupada nao estaria desesperada atras do CARGO de SENADORA a mamata e muita BOA aguenta ate a FAMIGLIA BOLSONARO.

  • Ulisdeye | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 09h41
    8
    2

    FALANDO NISSO, QUEM PAGOU POR ESSA REPORTAGEM IMENSA NO DOMINGO? QUEM ESTÁ SAINDO PELAS PORTAS DOS FUNDOS, OU MELHOR, ESTÁ SENDO SAÍDA TEM DINHEIRO PARA ISSO? SANTINHA...KKJ

  • Jorge | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 09h33
    11
    1

    ela sabe q vai sair e fica com mimimi

  • Fiscal do Povo | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 09h12
    14
    1

    Senhora, queremos uma pessoa que trabalhe com vontade. Se está com nojo, por favor, saia do cargo. Eu sempre disse que MT iria se arrepender com a senhora. É muito discurso, muita desculpa, e pouco trabalho. Fala muito, faz pouco. Reclama de tudo, não faz nada. Deus me livre de um trem desse!

  • Edu | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 08h49
    11
    1

    Tchau querida e leva o casal conje que quebrou o país com você.

  • raimundo | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 08h08
    13
    2

    Dá nojo é de uma Juíza Aposentada, que entra na politica pelas vias ilegais, já vai tarde, Excelencia.

  • CADEIA NELA | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 07h49
    13
    2

    "estar preparada para cassação" ta esquecendo de se preparar pra ir pra cadeia também, pois se cometeu crime... lugar de criminosa é na cadeia....

  • Cacau | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 06h48
    13
    2

    Nojo tem o povo de uma pessoa que cometeu vários crimes para poder virar senadora. E pior! Usou toga para isso.

  • Gustavo | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 06h05
    13
    2

    aqui planta aqui colhe nojo era ver a sra uzando da toga p se promover deveria ter ficado onde estava .nao reclama e chora brucha veia...

  • Eleitor | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 04h52
    13
    1

    A EX SENADORA AFIRAM IR AO SENADO COM NOJO AGORA IMAGINA O QUE SENTE QUEM VOTOU NELA ACREDITANDO NO DISCURSO DE MORALISTA E CUMPRIDORA DA LEI E TER VISTO ELA SER CASSADA POR UNANIMIDADE EXATAMENTE POR BURLAR A LEI....ACHO QUE ESTA DEMORANDO DEMAIS PARA ENTREGAR O CARGO QUE NÃO PERTENCE MAIS A ELA.....

  • Dom Quixote de La Mancha | Domingo, 15 de Setembro de 2019, 02h50
    14
    3

    Nojenta Santa do pau oco....sem futuro deveria ser presa.....

  • Eleitor | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 22h42
    3
    15

    O comentario desse Povo de MT mostra bem o nivel de inteligencia desses tapados.

  • Cidadão | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 20h29
    30
    6

    Tchau, querida!

  • Rene | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 20h21
    25
    6

    Kkk essa idosa não vale nada

  • mario | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 20h15
    28
    6

    Vaza.....

  • Bucéfalo, o cavalo de Alexandre | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 20h13
    30
    6

    Então em solidariedade já vou começar a rir, tá?! Kkkkkkkkk

  • Povo de Mato Grosso. | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 19h18
    16
    19

    O mecanismo é pesado. Nem Bolsonaro conseguiu escapar. Triste!

  • Tavarez | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 19h17
    31
    4

    Kkkk que outra opção ela tem? Já foi cassada. Xau querida! Seus pecados serão todos pagos na terra. De camarote assistiremos. Você enganou muita gente e fez coisas muito erradas

  • SANTIAGO | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 19h09
    23
    13

    Nojo???. Kkkkkkkkk............agora e facil falar ......... O Titanic começou AFUNDAR...... Vc deveria Senadora cassada pensar antes de apoiar esse presidente ridículo e esse puxa saco do urtigao.... ...fala sério o Brasil não pode ficar nas mãos desses CANALHAS .........quero só lembra ..... Nunca fui PT ou Lula....... Nem todos os brasileiros são PT...... Não concordamos com politica suja.... .. Esse PSL e 10x pior que o PT

  • Luis | Sábado, 14 de Setembro de 2019, 19h01
    31
    5

    Todos sabem que essa mulher ebuma farsa moralista. A casa dela caiu

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS