18 de Outubro de 2019,

Política

A | A

Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h:00 | Atualizado:

ELEIÇÕES 2016

Sem acordo, disputa em Rondonópolis se polariza entre prefeito e ex-governador

Percival Muniz e Rogério Salles polarizam disputa no terceiro maior colégio eleitoral de MT


Da Redação

A possibilidade de um consenso da classe política na disputa a prefeito de Rondonópolis que tanto ganhou força nos últimos meses foi totalmente descartado pelo presidente do diretório estadual do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra.

“Isso foi resultado de conversa de empresário que entra na classe política pregando moleza. Política se faz com disputas saudáveis em respeito à democracia. O PMDB não vê viabilidade alguma nisso”, disse.

Diante disso, a disputa política no terceiro maior colégio eleitoral de Mato Grosso deve se polarizar entre o atual prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz (PPS) e o atual vice-prefeito Rogério Salles (PSDB).

O PMDB vai indicar o candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo prefeito Percival Muniz. 

A escolha caberá a bancada de vereadores do partido e ao diretório municipal. Já a candidatura de Rogério Salles tende a unir o apoio político do deputado federal e ex-prefeito do município, Adilton Sachetti, bem como do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi. 

Principal liderança do PSDB em Mato Grosso, o governador Pedro Taques deverá apoiar Salles, mesmo caminho a ser trilhado pelo vice-governador Carlos Fávaro. 

Bezerra revelou que no começo deste ano houve uma articulação das principais lideranças políticas de Rondonópolis para apoiar a candidatura a prefeito do senador José Medeiros (PSD) que detém base eleitoral no município. 

Porém, como o senador resistiu às investidas, o caminho natural foi a divisão de grupos na disputa. “Foi uma conversa que não amadureceu e agora seguiremos adiante”, comentou. 

Um dos nomes que corre por fora na disputa eleitoral é do deputado estadual José Carlos do Pátio (SD). Porém, o parlamentar esbarra em dificuldades para firmar aliança política e doadores financeiros para a campanha eleitoral. 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS