23 de Maio de 2019,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 15 de Maio de 2019, 21h:00 | Atualizado:

Alunos de Cuiabá participam de projeto mundial inovador

Duas unidades educacionais da rede municipal de Educação de Cuiabá, as Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB) Ranulpho Paes de Barros e Djane Ribeiro Campos estão participando de um projeto mundial, o Inventura Experience, da Fundação BBC, de Londres.

Nesta quinta-feira (16), às 17:30h, na EMEB Prof. Ranulpho Paes de Barros, localizada no bairro Jardim Santa Izabel, será realizada a aula inaugural do projeto. O objetivo da iniciativa é analisar o impacto do estudo da programação no curriculum escolar e desenvolver nas crianças, habilidades da Educação 4.0

Em todo o Brasil, foi escolhida uma escola por município para participar do projeto. Em Cuiabá, a escola selecionada foi a Ranulpho Paes de Brarros, com aproveitamento da segunda unidade, a Djane Ribeiro Campo, do Jardim Vitória. Essas unidades foram escolhidas por possuírem laboratório de informática, pelo interesse das equipes gestoras das unidades pelo projeto e ainda, o interesse do professor da área em promover ainda mais o crescimento dos alunos de informática.

Durante três meses, 56 alunos dessas unidades educacionais participarão do projeto. “As aulas já começaram e cada aluno recebeu um livro didático, que mostra o passo a passo de como executar a programação, uma placa programável, e acesso ao portal do aluno, onde ele vai postar as atividades realizadas”, explicou o assessor pedagógico da Diretoria de Ensino, Wiliam Ortega Ferreira, que trabalha com a formação na área de tecnologia da educação.

Segundo o técnico, ao final de três meses, a rede receberá um relatório de avaliação do estudo e da pesquisa realizada com as crianças, e os materiais que vieram gratuitamente como suporte serão devolvidos a instituição. “Nós temos uma parceria com representantes da empresa Positivo, parceira no Brasil da BBC e, estamos discutindo a possibilidade de ficarmos com o material para depois ser utilizado por outras turmas nas escolas”, explicou Wiliam, sinalizando que nesse caso, os materiais poderão ser usados por estudantes do 5º ao 9º ano.

Além dos alunos, os professores que acompanham a iniciativa também recebem orientação especifica, apoio e suporte na área de tecnologia da educação.

“O programa é mais um investimento da gestão Emanuel Pinheiro, numa Educação moderna, que traga para os nossos alunos habilidades, pensamento crítico e analítico, empreendedorismo, e o prepare de forma integral para o futuro”, lembrou o secretário de Educação, Alex Vieira Passos.

Projeto

O projeto de pesquisa e ensino da informática nas escolas públicas é mundial, e conta com vários parceiros. Por meio do Inventure Experience são desenvolvidos conceitos de logica, matemática, raciocínio logico, e acima de tudo, criatividade de cada aluno. Ao final dos três meses, os resultados serão remetidos aos parceiros do projeto no Brasil, com a realização de um encontro nacional para apuração dos melhores trabalhos nas redes de todo o país.

“A programação já é considerada uma profissão voltada para o futuro, estamos preparando as crianças, desenvolvendo essas habilidades desde a escola”, disse o assessor pedagógico, que aguarda a participação não só dos pais dos alunos envolvidos no projeto, mas de toda a comunidade escolar.

Na EMEB Djane Ribeiro a aula inaugural para a exposição do método, realizada na semana passada, contou com a presença de 97% dos pais dos alunos, um sinal de interesse e confiança.

Micro:bit Educational

A Micro:bit Educational Foundation é uma organização sem fins lucrativos que tem a missão de inspirar alunos de todo mundo a criar o seu melhor futuro digital. Sua sede fica na Inglaterra, onde lançou o BBC micro:bit, um hardware baseado em uma pequena placa programável, que possibilita infinitas criações.

A fundação conduziu uma pesquisa com alunos da Inglaterra, que demonstrou o crescente interesse das crianças e adolescentes em relação ao assunto e, a facilidade e engajamento dos alunos com a programação.

A tendência de inserir programação ao currículo já ganhou o mundo e mais de 1 milhão de alunos já participam da iniciativa.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS