18 de Agosto de 2019,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 12 de Junho de 2019, 17h:45 | Atualizado:

Assembleia Social entrega cheques simbólicos a duas entidades filantrópicas

O ciclo de solidariedade da 7ª edição do Bazar da Assembleia Social (antiga Sala da Mulher) se fechou com chave de ouro na manhã desta quarta-feira (12), com a entrega simbólica dos recursos financeiros arrecadados com a venda de roupas, sapatos e acessórios – recolhidos pelas entidades filantrópicas beneficiadas: a Associação de Amigos no Combate ao Câncer (Acolhe) e as Obras Sociais Rafael Verlangieri.

Os cheques simbólicos expunham os valores repassados às duas entidades: R$ 12.032,00 para as Obras Sociais e R$ 5.157,00 para a Acolhe, respeitando a proporção de 70% e 30%, respeitando o volume de arrecadação de peças de cada instituição filantrópica. A arrecadação total – R$ 17.189,00 – foi a mais alta já alcançada dentre as sete edições do Bazar Solidário.

As entidades e a Assembleia Social comemoraram os recordes atingidos. “O bazar superou em muito as nossas expectativas e este dinheiro vai nos auxiliar na construção física de uma creche para quem precisa”, assegurou a vice-presidente do Rafael Verlangieri, Neusa Dorileo de Freitas Rondon.

Telma Carvalho Leite, responsável pela Acolhe, estava bastante emocionada e agradecida. “Foi um grande sucesso. Vai ser de muito utilidade para os nossos pacientes”, contou, se referindo ao atendimento de pessoas de baixa renda com câncer, que precisam de suplementação alimentar específica para a garantia da vida.

Daniella Paula Oliveira, diretora da Assembleia Social, agradeceu a todos os presentes, em nome da presidente de honra Sônia Meira Botelho, e comemorou o recorde de arrecadação. “É muito bom quando a Assembleia Legislativa se aproxima, de forma tão palpável, da população”, destacou, lembrando da grande participação do público externo no bazar realizado em seis de junho, no foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros. A diretora fez referência, também, ao apoio direto às entidades filantrópicas e, consequentemente, aos assistidos.

A pequena cerimônia de entrega contou com as presenças do deputado estadual Carlos Avallone (PSDB); do secretário de Finanças da ALMT, Ricardo Adriane de Oliveira, representando o deputado Eduardo Botelho (DEM); e com a representante da deputada Janaina Riva (MDB), a chefe de gabinete Quézia Limoeiro. “Ficamos felizes com essas ações sociais promovidas através de entidades filantrópicas, porque, quando o dinheiro chega na ponta, chega com coração”, avaliou Avallone, completando que o recurso é aplicado de forma mais direta e eficiente.

Ricardo Adriane e Quézia parabenizaram a ação e disseram que o objetivo é que tais atividades da Assembleia Social sejam fortalecidas. “Pretendemos ajudar com mais, no alcance de nossas possibilidades, para garantir um futuro melhor para as crianças”, disse Adriane, sobre os trabalhos das Obras Sociais. Quézia completou: “essas atitudes chegam sempre quando se mais precisa”.

Além do registro dos repasses financeiros, as entidades receberam da Assembleia Social alimentos não perecíveis, sendo 600 quilos para as Obras Sociais Rafael Verlangieri e 100 quilos para a Acolhe.

Conheça as entidades beneficiadas

A Associação de Amigos no Combate ao Câncer (Acolhe) busca, cotidianamente, levantar recursos financeiros para aquisição de suplementos alimentares para pacientes com câncer, especialmente os de baixa renda. O custo mensal de suplementação para o paciente varia entre R$ 400 (aos que ingerem via oral) e R$ 900 (alimentação exclusiva por sonda).

Atualmente, a Acolhe atende a quatro pacientes e estima que o valor arrecadado contribuirá para as demandas por três meses. Quem se interessar em ajudar a entidade pode falar diretamente com a representante Telma Carvalho, pelo telefone (65) 9 8126-6679.

A segunda entidade beneficiada desenvolve, na verdade, dois projetos. As Obras Sociais Rafael Verlangieri, localizada no Jardim Renascer, atende semanalmente a 120 crianças em situação de vulnerabilidade social. Os voluntários também acompanham as Obras Sociais Irmão Áureo, no bairro Santa Laura, periferia da região do Coxipó, com cerca de 130 crianças semanalmente.

As unidades desenvolvem trabalhos de Educação e Cultura no contra turno dos estudantes (período oposto ao das aulas regulares), ofertando aulas de reforço, alfabetização, aulas de instrumentos musicais, artes marciais, assistência familiar e atendimentos de Saúde.

Para conhecer os trabalhos das Obras Sociais, bem como contribuir, basta telefonar no (65) 9 9940-6000.

 

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS