08 de Abril de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 14h:53 | Atualizado:

Confira o que volta a funcionar com novo decreto em MT


Gazeta Digital

Com o argumento de evitar uma crise econômica ainda maior no Estado, o governador Mauro Mendes (DEM) publicou o decreto 425 de 25 de março de 2020, que relaxa as medidas restritivas impostas por determinações anteriores.

Com as novas regras, o comércio em geral e os ônibus voltam a funcionar. No entanto, aulas, atividades religiosas e estabelecimentos de recreação seguem fechados. Confira o que abre e o que fecha com as novas normas.

Comércio de rua e shoppings

Estavam fechados por determinação municipal e agora poderão funcionar normalmente, atentando às normas sanitárias e evitando aglomeração de pessoas. Municípios que insistirem no isolamento total terão que apresentar estudo técnico.

Bares, restaurantes e outros estabelecimentos que ofereçam comida pronta terão que fazer entregas. Não será permitido o consumo no local.

 

Eventos públicos, privados e cultos religiosos

Estes estavam suspensos e continuam proibidos. Velórios poderão receber no máximo 20 convidados por vez. Cinemas, teatros e academias seguem fechados.

 

Transporte coletivo

Foi suspenso totalmente, mas a Justiça impôs que 30% da frota circulasse. Com o novo decreto, os ônibus estarão nas ruas com passageiros sentados.

 

Transporte por aplicativo 

Aplicativos e taxis não poderão transportar clientes no banco da frente. O veículo deve ser limpo a cada viagem.

 

Transporte intermunicipal 

O Transporte intermunicipal é permitido para trabalhadores medicante pagamento pelo empregador. A medida para o transporte provado já era prevista no decreto anterior.

 

Aulas

As aulas em todo estão seguem suspensas até o dia 5 de abril

 

Isolamento

Antes o isolamento era indicado para todas as pessoas, mas agora é aplicado somente ao grupo de risco composto por idosos e pessoas com doenças crônicas. No entanto, o governo orienta que quem puder ficar em casa, fique e saia somente quando for de extrema necessidade.

 

 

Hoje, Mato Grosso registra 326 casos suspeitos e 9 confirmados.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS