17 de Fevereiro de 2020,

Cidades

A | A

Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 09h:29 | Atualizado:

VERBA PÚBLICA

Corrida da Câmara de Cuiabá custará R$ 315 mil

Assessoria

Câmara de Cuiabá

 

A Corrida do Legislativo, realizada pela Câmara de Cuiabá, irá custar, pelo menos, R$ 315 mil aos cofres públicos. Esse foi o valor de uma das emendas modificativas da Lei Orçamentária Anual (LOA), apresentada pelos vereadores.

Além da corrida, a Câmara destinou mais R$ 500 mil em emendas para incentivar o esporte na Capital. Entre os contemplados estão os times de base do Mixto e do Dom Bosco, que irão receber R$ 200 mil cada.

Foram 8 emendas aprovadas pelos vereadores para modificar a LOA. Entre elas está a destinação de R$ 200 mil para o Conselho Municipal da Mulher, para auxiliar nas ações e debates, assim como R$ 400 mil divididos entre a União Cuiabana de Associação de Moradores de Bairros (UCAMB), e a União Cuiabana de Associação de Moradores (UCAM) para a compra de ônibus.

No entanto, o maior valor das emendas foi para a ampliação do atendimento de pessoas com deficiência e transtornos de desenvolvimento, como a dislexia. Para a capacitação de profissionais a Câmara decidiu remanejar R$ 1,5 milhão do orçamento.

 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • araqueto | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 11h25
    1
    0

    Enquanto isso, as Policlínicas da Capital estão sem o básico para o atendimento da população mais carente. Isso é um absurdo.É jogar dinheiro público no lixo. Duvido que as unidades de saúde de Cuiabá tenham o aparelho de Mamografia.

  • Frei João com Arroz | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 11h09
    1
    0

    Realmente não há nada de ruim que não possa ficar pior.

  • Paquetá | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 10h28
    1
    0

    Aí eu me pergunto: a prefeitura não tem a Secretaria de Saúde? O que a CASA DOS HORRORES tem com isso? Ou é um meio disfarçado de desviar algum do erário? Compra de votos disfarçados? Será que o MPE, o TCE e o TRE, TJ estão vendo isso? Desvios de finalidades ou roubo descarado mesmo?

  • Fernandes | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 09h47
    0
    0

    Nós servidores públicos devemos nos unir e votar em candidatos que NÃO são do agro, pois eles defendem a isenção fiscal dos seus amigos e parceiros , e a conta disso tudo recai sobre nós servidores com alíquotas que já beiram 14,25%, recebendo nossa remuneração parcelada e em atraso!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS