08 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 21 de Maio de 2014, 03h:30 | Atualizado:

Curso qualifica servidores de MT e outros Estados

A Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos realiza o II Curso Básico de Inteligência Penitenciária que começou nesta segunda feira (19.05) e segue até o próximo dia 30.05, com aulas teóricas e práticas em período integral. 

O curso é voltado a agentes penitenciários, do Sistema Penitenciário de Mato Grosso e servidores que trabalham em agências de inteligência penitenciária de outros Estados. 

O secretário de justiça e Direitos Humanos, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho fez a abertura e falou da importância de qualificar os servidores. “O curso visa debater técnicas preventivas a serem empregadas. Os núcleos de inteligência do interior do estado e de outras unidades federativas também estarão presentes. A troca de conhecimentos e informações ocorrerá ao longo dos 15 dias do evento. A metodologia será de união entre teoria e prática, haverá inclusive a aplicação de uma intervenção prática”. 

Ao todo se inscreveram 28 servidores, sendo 02 de Mato Grosso do Sul, 02 de Tocantins, 01 do Espírito Santo, 01 do Amazonas, os demais são de Cuiabá e do interior de MT. 

O curso está sendo ministrado por servidores do quadro permanente do Sistema Penitenciário, com apoio de servidores da Polícia Militar e Civil de estudiosos da área de inteligência. 

Um dos palestrantes Luiz Antonio Peixoto Valle, falou sobre a história e evolução da inteligência. “Às vezes percebemos os efeitos sem sabermos as causas. Aqui vamos entender como as coisas vieram a ser como são. Também contamos com atividades práticas para conhecer os instrumentos dos confrontos do dia-a-dia para desenvolver elementos que são próprios da área de inteligência tais como frieza, dissimulação e temperamento para lidar com certas situações”. 

Para um dos participantes que veio do Espirito Santo, o curso vem de encontro com o aperfeiçoamento das técnicas que aplica no trabalho. “É uma boa oportunidade para trocar experiências e diminuir barreiras. Para a nossa área é importante obter informações que poderemos usar um dia”. 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS