13 de Dezembro de 2019,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 09h:14 | Atualizado:

100% ENTREGUE

HMC atenderá 35 mil pacientes por mês

INAUGURACAO-PRONTOSOCORRO.jpg

 

O prefeito Emanuel Pinheiro entregou ontem a noite a sexta e última etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), Dr. Leony Palma de Carvalho, no Bairro Ribeirão Lipa, que tem capacidade para 35 mil pacientes por mês. Esta etapa consiste no funcionamento propriamente do novo pronto-socorro (PS) ou urgência e emergência.

Este setor do hospital terá seis salas de centro cirúrgico, observação pediátrica, 12 leitos de estabilização, três leitos de reanimação, cinco leitos de politrauma e dois isolamentos. Na ocasião também serão entregues a Central de Material e Esterilização (CME) e o heliponto.

Com o funcionamento de 100% do HMC ele passa a contar com 315 leitos, sendo 178 de adultos, 20 leitos no Centro de Tratamento de Queimados, 60 de UTI, 38 de emergência, seis salas de cirurgia e 13 leitos RPA (recuperação pós-anestesia), além do ambulatório com mais de 13 das especialidades médicas mais procuradas pela Central de Regulação, exames como ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia e radiografia e parque tecnológicos com equipamentos de última geração.

“Com a entrega de 100% do HMC, uma parte do meu anseio em melhorar a qualidade da saúde pública municipal estará completa. E, apesar de ser prefeito apenas de Cuiabá, todo o estado de Mato Grosso será contemplado, pois mais da metade dos atendimentos do Pronto Socorro da capital são feitos para pacientes do interior. Então, não são apenas os cuiabanos que ganharam este presente que é o HMC, mas toda a população do estado, que vai passar a contar com um dos hospitais mais modernos do Brasil, e o melhor, totalmente público”, disse Emanuel Pinheiro em artigo intitulado “HMC – sonho realizado com muito trabalho e amor por Cuiabá”.

O atual prédio do pronto-socorro, que fica na região central, será reformado para abrigar o Hospital da Família (HFam). Por um período de 90 dias, a prefeitura vai manter uma estrutura mínima no local para atender às pessoas que ainda não sabem da mudança do pronto-socorro e procurarem a antiga unidade. Após, conforme o caso, será transferido para o HMC. Porém, a partir das 7 horas de hoje (19), todas as ambulâncias ou o Serviço Móvel de Urgência (Samu) se destinarão direto ao novo HMC.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS