10 de Abril de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 08h:05 | Atualizado:

CONFUSÃO EM EXAMES

Índia não morreu por Covid-19; casos confirmados em Rondonópolis dão negativo e vão ao RJ

Exames feitos na principal cidade do Sul foram contestados pelo Estado


Da Redação

laboratorio-exames.jpg

 

Os exames feitos pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) apontaram que uma indígena que morreu na segunda-feira (23), em Barra do Garças, não foi vítima de coronavírus. Essa informação foi dada pelo secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, durante live em seu Facebook feita na tarde desta quarta-feira (25).

De acordo com uma nota emitida pela Secretaria de Saúde do município, duas indígenas  buscaram atendimento na UPA  e a suspeita era de que elas teriam sido acometidas pelo coronavírus. Porém, uma delas apresentou melhora e foi liberada.

Já outra morreu, horas depois de dar entrada. Houve coleta do material que foi encaminhado para o Lacen (Laboratório Central) e testou negativo.

Ainda segundo o secretário, os dois primeiros casos dados como positivo em Rondonópolis também testaram negativos para Covid-19. Os dois casos foram divulgados pela prefeitura  do município, sendo que um seria de uma mulher de 59 anos que havia retornado o Egito.

Na semana passada, o laboratório que fez os dois exames atestando positivo são da rede particular. Agora, o Lacen deu negativo.

Para dirimir as dúvidas e evitar um tratamento equivocado, o Estado enviou os exames dos coisas casos para serem refeitos no Rio de Janeiro (RJ). Gilberto ressaltou que os resultados dos casos suspeitos levam de 24h a 72h para serem divulgados.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Cuiabano | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 09h39
    3
    1

    Alardeou a sociedade a toa, tomar cuidado Dr. nos seus diagnósticos.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS