10 de Abril de 2020,

Cidades

A | A

Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 10h:15 | Atualizado:

EFEITO BOLSONARO

MPE investiga empresário por áudio em que ameaça colocar turistas no Pantanal de MT

Promotor pede que PC agilize investigação contra dono de barco hotel


Da Redação

pantanal-pocone.jpg

 

O MPE (Ministério Público Estadual) de Poconé (distante 100 quilômetros de Cuiabá) abriu investigação para apurar supostas ameaças feitas ao secretário municipal de Turismo e Cultura, Manoel Pereira Leite, o Dodô, e ao prefeito da cidade, Tatá Amaral (DEM), por um dono de barco hotel. Em um áudio de WhatsApp, o empresário Luiz Augusto Moreira Amaral, o Luizinho do Barco, avisa que irá abrir uma “guerra” contra ambos, caso eles sigam mantendo as recomendações do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial da Saúde) para manter quarentenas como forma de tentar conter a disseminação da Covid-19.

No despacho expedido pelo promotor de justiça, Alexandre Balas, nesta quarta-feira (25), consta que o suspeito teria afirmado categoricamente que iria atender todos os turistas que quisessem ir para o Pantanal e se a prefeitura continuasse com a atitude de “parar tudo”, os dois se tornariam seus inimigos. O prefeito decretou medidas temporárias de prevenção há uma semana.

No áudio, o empresário fala em declarar guerra. “Se vocês da Prefeitura quiserem conversar comigo e tratar desse assunto eu tô aberto a conversar, tá bom? Mas se vocês continuarem com essa ideia de querer parar tudo e frear tudo e ir contra o Governo Federal, infelizmente vocês são meus inimigos, tá bom!? Então, amanhã de manhã eu estarei passando por Poconé, se você tiver interesse em conversar, e o prefeito também, estou à disposição, senão, partimos para a guerra, tá bom?”, diz a gravação transcrita pelo promotor.

A denúncia do ato veio um dia depois que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez um discurso polêmico. Bolsonaro defende a “volta à normalidade”, com a retomada total das atividades de comércio, aulas e demais setores da economia, minimizando os riscos de morte da doença transmitida e causada pela sétima cepa do corona vírus e que já matou pelo menos 20 mil pessoas (número oficial da OMS) ao redor do planeta em quatro meses de propagação, a partir de Wuhan, na China.

O empresário ainda avisa que incitará a população da cidade em deixar suas casas e suspender a quarentena. “Boa tarde Dodô, tudo bem? É o seguinte, eu tô indo embora do Pantanal amanhã tá!? Eu vou colocar carro de som dentro de Poconé pedindo ‘pro’ povo sair para a rua, trabalhar e cuida dos seus ‘véio’ que é o grupo de risco. Nós precisamos fazer voltar a girar o município. Meus turistas que porventura estiverem vindo eu vou atendê-los da mesma forma tá!?”, ameaça.

Na fundamentação jurídica para abertura da investigação, Alexandre Balas lembra que ao agir assim, o suposto autor da gravação está infringindo três decretos municipais publicados nos dias 18, 19 e 20 de março deste 2020. O promotor determinou registro e autuação das atitudes do empresário como notícia de fato, além de pedir juntada aos autos de documentos e áudios remetidos pelo denunciante, “elaboração de pesquisa no PAE-MPMT sobre as pessoas natural e jurídica mencionadas” e que a PJC (Polícia Judiciária Civil) da cidade investigue os fatos.

OUTRO LADO

A defesa do empresário se posicionou por meio de nota.

Veja a íntegra:

A assessoria jurídica do Senhor LUIZ AUGUSTO MOREIRA AMARAL, empresário no ramo do turismo no município de Poconé, vem a público e a este respeitável meio de comunicação informar e esclarecer que tomou as providencias cabíveis e protocolou NOTÍCIA-CRIME, junto a instituição Ministério Público de Poconé, em desfavor do Secretário Municipal de Turismo MANOEL PEREIRA LEITE, vulgo DODO, conforme documento anexo. Tais excessos/crimes de ABUSO DE AUTORIDADE praticados pelo secretário já estão sendo investigados pela Autoridade Policial, para em breve desaguar no Poder Judiciário, na esfera cível e criminal.

Sempre primando pela busca da verdade, nos colocamos à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos.

 

 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Luiz | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 13h18
    1
    2

    Empresário ikk sso é genocida, tem que levar um coça com chicotada de rabo de botoado, para ter um pouco de consciência e respeito com seus clientes,

  • Marlova | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 11h28
    3
    4

    Sr. Rodivaldo Ribeiro....o Presidente Bozonario não fez um "discurso polêmico", fez um discurso CRIMINOSO, como podemos comprovar pel atitude desse dono de barco aí!

  • paulo | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 11h03
    3
    3

    KKK QUERO VER ELE DAR ENTREVISTA DEPOIS DE PRESO VAI FAZER IGUAL ESTE QUE FALAM QUE SÃO DO COMANDO AMARELO KKM QUE QUANDO POLICIA PEGA SO FALTA SE CAGAREM KKKKKKKKKK

  • jose a silva | Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 10h33
    8
    5

    ESSE MPE DE MATO GROSSO É UMA VERGONHA! EU, SE FOSSE MEMBRO DESSE ÓRGÃO, FARIA IGUAL AVESTRUZ, DE TANTA VERGONHA, POR ATITUDES CANALHAS E INCOERENTES, ENFIARIA A CARA NO BURACO E FICARIA SÓ MOSTRANDO O RESTO!

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS