04 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 20h:02 | Atualizado:

VÍTIMAS DA PANDEMIA

Na linha de frente contra Covid, técnica de enfermagem morre em MT

TECNICA2.jpeg

 

Uma técnica de enfermagem de 45 anos morreu, nesta terça-feira (14), por Covid-19, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Dirce de Oliveira Souza trabalhava no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis há 10 anos.

O hospital lamentou a morte, por nota. "Ela é mais uma profissional da saúde que vinha atuando na linha de frente da Covid-19 e acabou sendo contaminada pelo vírus. O hospital está em luto", diz trecho.

Esta é a segunda morte de uma técnica de enfermagem registrada nesta terça-feira (14). A primeira foi a de Maria Alice Ramos da Silva, de 54 anos, que morreu depois de ficar 13 dias internada com coronavírus em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Segundo familiares, ela trabalhava na policlínica do bairro Cristo Rei e também no Hospital psiquiátrico Adauto Botelho, em Cuiabá. De acordo com a família, ela deixa dois filhos e cinco netos.

Mato Grosso registrou 545 casos de Covid-19 entre enfermeiros e técnicos de enfermagem, até essa segunda-feira (13), segundo os dados do Conselho Regional de Enfermagem (Coren). Doze profissionais morreram em decorrência da doença.

O número aponta um aumento de mais de 3000% nos dados. No dia 13 de maio o número de casos era 17 no estado. Uma morte havia sido registrada.

Atualmente, o estado tem mais de 9 mil enfermeiros cadastrados no Conselho Regional de Mato Grosso (Coren-MT) e, segundo a instituição, a maior parte está convocada para atuar na linha de frente do enfrentamento à Covid-19. Mato Grosso já registrou, até essa segunda-feira (13), 29,2 mil casos de Covid-19 e mais de 1,1 mil mortes pela doença, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS