06 de Agosto de 2020,

Cidades

A | A

Terça-Feira, 23 de Janeiro de 2018, 08h:46 | Atualizado:

Programa do TJ prepara ‘Dia D’ contra hanseníase

No mês de janeiro inicia-se a campanha mundial de conscientização e combate à hanseníase e o programa Bem Viver do Tribunal de Justiça de Mato Grosso – preocupado com a saúde dos servidores e magistrados da instituição – vai realizar o ‘Dia D’ no TJMT. Na próxima sexta-feira (26 de janeiro), das 8h às 17h, o Ambulatório Médico receberá servidores e magistrados para avaliações de manchas e sintomas da doença.

Conforme a enfermeira do programa Bem Viver, Franciele Delgado, a campanha visa trazer esclarecimentos sobre a doença e encaminhar possíveis portadores para avaliações mais detalhadas. “A nossa equipe entrou em contato com os especialistas que tratam da doença na Secretaria Municipal de Saúde. Conseguimos, em parceria, que um médico e uma enfermeira venham até o TJ para avaliar os nossos servidores”, anunciou a profissional do TJMT.

A enfermeira convocou todos os servidores que tenham dúvidas para buscar os profissionais do Bem Viver e comparecer ao Ambulatório Médico no dia 26 de janeiro. Franciele alertou para as pessoas se atentarem aos sintomas da hanseníase. “Caso você possua alguma dessas características, não deixe de nos procurar. A doença é grave, mas possui tratamento”.

Veja os principais sintomas da hanseníase:

Manchas na pele de cor parda, esbranquiçadas ou eritematosas, às vezes pouco visíveis e com limites imprecisos;

Alteração da temperatura no local afetado pelas manchas;

Comprometimento dos nervos periféricos;

Dormência em algumas regiões do corpo causada pelo comprometimento da enervação. A perda da sensibilidade local pode levar a feridas e à perda dos dedos ou de outras partes do organismo;

Aparecimento de caroços ou inchaço nas partes mais frias do corpo, como orelhas, mãos e cotovelos;

Alteração da musculatura esquelética principalmente a das mãos, que resulta nas chamadas “mãos de garra”;

Infiltrações na face que caracterizam a face leonina característica da forma virchowiana da doença.

Causas da hanseníase - A hanseníase é uma doença causada pela bactéria Mycobacterium leprae, ou bacilo de Hansen, um parasita que atinge especialmente as células da pele e células nervosas. A bactéria penetra o organismo por meio das vias respiratórias ou secreções, como a saliva, sendo transmitido da mesma forma, até se instalar nos nervos periféricos e na pele. O tempo de incubação é lento, levando da contaminação até o surgimento dos sintomas, em média, de dois a cinco anos.

A contaminação do vírus pode ocorrer a partir da exposição a condições higiênicas inadequadas ou do contato íntimo com o portador sem tratamento.

Dia Mundial do Hanseniano - Celebrado sempre no último domingo de janeiro, o Dia Mundial do Hanseniano teve sua origem através do jornalista francês Raul Fourreaux, que, em 1954, motivou a Organização das Nações Unidas (ONU) a lembrar sobre a doença até o dia em que a cura estivesse acessível a todos. A data tem como objetivo reduzir o preconceito contra os portadores da doença, que ainda sofrem com julgamentos baseados em informações ultrapassadas.

 

 



Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS