20 de Setembro de 2019,

Cidades

A | A

Quarta-Feira, 11 de Setembro de 2019, 12h:00 | Atualizado:

Sem salários há 3 meses, professores entram em greve em Leverger


TVCA

Os profissionais da Educação de Santo Antônio de Leverger, a 35 km de Cuiabá, entraram em greve por atraso de salário e as más condições de trabalho. A prefeitura do município alega dificuldades financeiras, o que têm refletido no pagamento dos servidores.

A presidente da subsede do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), Claudinete Magalhães da Silva, afirmou que a categoria está há três meses sem receber salário e que estão sem condições de trabalho.

Segundo ela, cerca de 30 unidades, a maioria creches que atendem crianças até 5 anos vão aderir à greve por tempo indeterminado.

Claudinete disse que desde abril estão tentando negociar com o prefeito, mas que não houve avanço.

Disse que não tem perspectiva dos professores receberem os salários e que muitos já estão passando necessidade. Há professores que dão aula em comunidades rurais distantes e não estão mais tendo condições de se deslocar, por falta de recursos.

O Sintep de Santo Antônio disse ainda que faltam materiais nas escolas, material pedagógico e condições de trabalho.

Em junho, os servidores enviaram um ofício à prefeitura informando que precisaram levar comida de casa para os alunos por falta de merenda.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS