15 de Julho de 2020,

Cidades

A | A

Segunda-Feira, 01 de Junho de 2020, 15h:00 | Atualizado:

UFMT produz álcool em gel para doar a hospitais públicos e outras faculdades


TV Centro América

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá, está produzindo álcool em gel - produto indispensável na prevenção ao novo coronavírus - para doação. Serão fabricados 65 mil litros do produto que serão doados para hospitais públicos do estado e outras faculdades.

Com as aulas suspensas, a UFMT começou a fabricar o produto no Centro de Treinamento Esportivo (COT) numa estrutura foi adaptada de acordo com as normas de segurança exigidas pelo Corpo de Bombeiros. O reitor Evandro Soares da Silva conta que, além de Cuiabá, as unidades da UFMT de outros municípios também aderiram ao projeto.

“A UFMT encaminhou vários projetos, não só de Cuiabá, mas também do campus de Sinop, Alto Araguaia e de Várzea Grande. Esse projeto foi contemplado com um pouco mais de R$ 500 mil para a produção de álcool em gel”, afirma.

Era necessário um espaço com boa ventilação e o Corpo de Bombeiros averiguou se o COT seria um local apropriado para a produção. Foi preciso adequar o espaço caso haja incêndio, e todas as questões de segurança para os profissionais que vão fabricar o produto.

No reator é feita a mistura de três componentes para transformar a matéria-prima (etanol) em álcool em gel. O secretário de Desenvolvimento Econômico César Miranda conta que foi necessário o apoio de várias entidades para que o projeto se concretizasse. “Se não fosse a união de várias entidades e parceiros, esse projeto não sairia do papel. A universidade está entrando com todo o seu conhecimento científico e com os equipamentos. O governo do estado em parceria com as indústrias produtoras de álcool, fizeram a doação de 50 mil litros de etanol que serão utilizados nesse projeto. Outras entidades privadas também doaram insumos e outros componentes para a fabricação. Graças a esse trabalho de solidariedade e união a gente pode fazer essa produção e vai poder atender os hospitais da rede pública estadual”, afirma.

Depois de feito, o álcool em gel é despejado nos frascos para a distribuição. Serão produzidos cerca de 5 mil litros por dia. Os estudantes e professores de química ajudam na produção, mas tudo isso em escala para não causar aglomeração. Além do álcool em gel 70%, também são fabricados outros produtos.

Também estão sendo produzidas outras fórmulas com fragrâncias que são extraídas de frutas encontradas no Centro Oeste, como a bocaiuva e a pitanga. O produto é hidratante e terapêutico.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS