21 de Novembro de 2019,

Cultura

A | A

Domingo, 23 de Fevereiro de 2014, 17h:12 | Atualizado:

CATEDRAL

Silval acompanha missa que marcou o retorno dos sinos

Secom-MT

sinos2.jpg

Governador e arcebispo de Cuiabá "reativam" sinos da catedral

O relógio da Catedral Metropolitana Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá marcava 10h30min quando os sinos da igreja voltaram a badalar depois de 20 anos parados. Dona Leila Francisca de Souza, de 75 anos, uma  frequentadora assídua da Catedral desde que era criança confidenciou que sentiu uma grande emoção ao ouvir os sinos tocarem mais uma vez “É um sentimento que toca no fundo da alma, desde criança que escuto estes sinos tocando, sabia que quando badalavam era porque a missa estava para começar”. O sino fazia parte da vida dos moradores do Centro Histórico de Cuiabá. Dona Leila relembra com saudade a alegria dos estudantes ao ouvir o sino tocando na saída da escola “Os alunos paravam o que estava fazendo só para escutar”.

A cerimônia de entrega da restauração dos sinos e da reativação dos relógios da Catedral foi realizada neste domingo (23.02) após a missa das 9h. O governador Silval Barbosa esteve presente à solenidade acompanhado da primeira dama Roseli Barbosa. “Os sinos e os relógios da Catedral fazem parte da história de Cuiabá e é com muita alegria que hoje nós estamos tendo a possibilidade de resgatar esta referência histórica para a cidade”, comemorou o governador.

O arcebispo Metropolitano de Cuiabá Don Milton Santos comandou a missa solene deste domingo e agradeceu ao governo do Estado por ter abraçado o projeto de recuperação dos sinos, símbolo da igreja católica. “Este é um dia de muita alegria para a sociedade cuiabana. Está sendo atendido um desejo antigo da população”. A reativação dos sinos e dos relógios da Catedral foi realizado através de uma parceria da igreja católica com a Secretaria de Cultura. A Secretaria Janete Riva se disse honrada por fazer parte deste resgate do sentimento da sociedade cuiabana. “Este momento está sendo muito importante para a população e para nós, que temos uma grande satisfação em devolver os sinos e os relógios para os cuiabanos”.

Durante a semana os sinos tocarão às 6h, 12h e 18h. Aos domingos os seis sinos de bronze serão tocados meia hora antes de cada missa - às 6h30, 8h30, 16h30 e 18h30 - avisando aos fiéis que a solenidade religiosa já está para começar, assim como manda a tradição. Celsita Pinheiro é uma das frequentadoras mais antigas da Catedral Basílica. O sino e o relógio fazem parte da sua vida desde que era criança. Através do toque dos sinos ela acertava seu relógio e a noite gostava de admirar o brilho do relógio que ficava bem visível da janela de seu apartamento. “ O sino nos remete uma lembrança de uma Cuiabá fraterna, acolhedora. É importante para os que vivenciaram esta época este resgate da história” , disse a senhora de 70 anos que há vinte anos esperava por este momento. 

Galeria de Fotos

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS