11 de Julho de 2020,

Curiosidades

A | A

Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 01h:00 | Atualizado:

CENSURA

Geisy Arruda chora de raiva ao acusar Instagram

Reprodução

geisy certo.jpg

 

Censura do cacete! Vou lutar até o fim”. Com esses termos, Geisy Arruda mostrou toda a sua indignação no que ela chamou de censura, após afirmar que teve fotos e vídeos sensuais retirados do Instagram e do YouTube.

“Estou p… com a hipocrisia das pessoas. Ninguém transa, ninguém manda nudes, ninguém tem b…. Outro dia, postei um Story em que aparecia um bico [do peito] de nada, meia unha. O Instagram derrubou. Postei uma entrevista [no YouTube] com o Kid Bengala, em que ele abaixou as calças de sunga. Derrubaram”, reclamou a influencer, que disse ter chorado com toda a situação.

Pelo Twitter, ela afirmou que seu livro, O Prazer da Vingança, quase sofreu censura em seu formato digital por conta de fotos em que ela surge seminua — mas não disse quem queria restringi-lo. A obra tem vários contos eróticos escritos pela musa.

“Eu já chorei foi de ódio hoje. O meu livro não é só um livro, é um grito de liberdade. Permitir ser calada pela censura, vai contra tudo que penso e idealizo”, escreveu.

Depois, comemorou ter conseguido publicar o trabalho como queria. “Eu cancelava o livro, mas não tirava os nudes! Tudo resolvido, meu povo. Teremos ‘O Prazer da Vingança’ na sua essência. E resistimos à Censura , mudamos os padrões”.

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS