Economia Quarta-Feira, 10 de Abril de 2019, 20h:13 | Atualizado:

Quarta-Feira, 10 de Abril de 2019, 20h:13 | Atualizado:

Notícia

Deputado cobra que governador apresente dados sobre as renúncias e isenções em MT

 

Da Redação

Compartilhar

WhatsApp Facebook google plus

Em reunião no Colégio de Líderes nesta quarta-feira (10), o deputado estadual João Batista (Pros) cobrou do governador Mauro Mendes (DEM) um relatório sobre as renúncias e isenções fiscais em Mato Grosso. Conforme o parlamentar, durante o encontro, Mendes apresentou gráficos com a evolução do PIB no Estado ao longo de 15 anos e o crescimento da folha de pagamento, entretanto, não trouxe a evolução das renúncias de receita no período de 2003 a 2018.

“Não há como fazer uma analise da real situação do Estado se o governo não apresentar uma evolução das renúncias e incentivos fiscais concedidos durante todos esses anos em Mato Grosso”, questionou João Batista, insatisfeito com os números apresentados pelo governador.

Para o deputado, a culpa de Mato Grosso ter chegado em 2019 enfrentando desequilíbrio financeiro não é da folha de pagamento dos trabalhadores do serviço público, como afirmou o governador, mas sim das isenções concedidas ao longo dos anos.

“O que temos visto é que o objetivo dos governantes é colocar a culpa da crise, na folha de pagamento dos servidores públicos. Se o Estado não tivesse renunciado a tanta receita, principalmente para os grandes empresários e grandes produtores, inclusive algumas isenções de forma criminosa, como já foi denunciado, a folha de pagamento não seria um empecilho para o desenvolvimento de Mato Grosso, como o governador alega”, explicou o parlamentar.

Sobre a demonstração dos dados apresentados pelo governo, João Batista considera uma atitude de transparência, merecendo o devido reconhecimento, em contrapartida, aguarda os dados sobre as isenções fiscais. “Cobrei dele [Mendes] e vou aguardar o relatório contendo os dados da evolução referente as renúncias e isenções fiscais concedidas ao longo de todos esses anos no Estado”, finalizou Batista.





Postar um novo comentário





Comentários

Comente esta notícia






Copyright © 2018 Folhamax - Mais que Notícias, Fatos - Telefone: (65) 3028-6068 - Todos os direitos reservados.
Logo Trinix Internet