12 de Agosto de 2020,

Artigos

Entrelinhas

A | A

Quinta-Feira, 25 de Junho de 2020, 15h:44 | Atualizado:

VIROU NOVELA

AL volta a adiar votação da reforma

botelho-max.jpg

 

A Assembleia Legislativa adiou, mais uma vez, a votação da Proposta de Emenda à Constituição – PEC nº 06/2020 – que trata da Reforma da Previdência dos servidores de Mato Grosso. A matéria chegou a ser colocada em votação na sessão extraordinária desta quinta-feira (26), no entanto, foi retirada de pauta após o pedido de vistas de vários deputados. 

Os parlamentares tentam entrar num consenso em relação as emendas que foram apresentadas para ajustar o projeto. Um dos principais opositores do governo, o deputado Lúdio Cabral (PT), chegou a alertar que iria judicializar a preposta do Executivo caso as sugestões dos deputados não fossem apreciadas pela Comissão de Constituição e Justiça  e Redação (CCJR) antes de pedir vista do projeto. 

O pedido foi acompanhado dos deputados Silvio Fávero (PSL),  Carlos Avallone (PSDB), Elizeu Nascimento (DC), Valdir Barranco (PT), João Batista (PROS), Paulo Araújo (PT) e Dilmar Dal’Bosco (DEM). Com isso, a expectativa é que o projeto só retorne ao plenário na semana que vem.  

Todavia, a proposta deve ser votada em um tempo ainda maior. Isso porque, o deputado Valdir Barranco pediu sobrestamento da pauta, ou seja, qualquer matéria só será votada no Legislativo após análise de todos os vetos que estão travando a pauta.

 

 



Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Pacufrito | Sexta-Feira, 26 de Junho de 2020, 09h29
    0
    0

    Deputados imorais e populistas, quero ver com que estes imorais vão pagar as aposentadorias, quando é para o setor privada eles aprovam rapidinho, mas quando é para os ditos "servidores "que de servidores não tem nada, estes imorais populistas ficam fazendo onda e querendo fazer graça com dinheiro dos outros. chega de mimimi e aprovem logo esta pouca vergonha.

  • Luiz Junior | Sexta-Feira, 26 de Junho de 2020, 08h34
    0
    0

    Caros Deputados, Como vocês ouvem o pessoal do agronegócio e fez até substitutivo para eles amenizando suas grandes perdas, solicitamos que não prejudiquem os servidores públicos que já estão exercendo a profissão e servindo a população matogrossense. Cada vez mais, você que nossos colegas de serviços estão morrendo, pois estamos na linha frente combatendo essa terrível doença, cada um exercendo seu papel para que atividades de MT não pare. Não desanime mais, como já estamos desanimados sem aumento e com a diminuição do salário com aumento da alíquota para podermos exercer com dignidade o nosso serviço. O Mauro Mendes é transitório em 2022 ele não estará mais no cargo e prestando mais serviço para MT, enquanto nós vamos estar dedicando e servindo a população matogrossense. Pense nisso!!!

  • Hugo | Quinta-Feira, 25 de Junho de 2020, 16h28
    5
    1

    Tem que adiar mesmo. Deputado Lúdio e Janaína defendam os servidores

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS