05 de Abril de 2020,

Artigos

Mundo

A | A

Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 01h:20 | Atualizado:

Bolsonaro se posiciona sobre o desfile da Mangueira

Direto de Praia Grande (SP), o presidente Jair Bolsonaro, que tirou alguns dias para descansar, se pronunciou a respeito do desfile da escola de samba Mangueira na Marquês de Sapucaí, que aconteceu na última segunda-feira (23).

Bolsonaro se referiu ao desfile como desacato às religões. "A Folha de S. Paulo foi buscar imagem no Carnaval do Rio, desacatando as religiões, Cristo levando uma batida policial... Faz uma vinculação comigo. Foram buscar uma imagem no Rio pra me atingir", disse ele em uma live.

Neste ano, o enredo da Mangueira se concentrou na história de Jesus Cristo. O desfile trouxe diversidade, com o Messias sendo representado em várias formas, como homem negro e como mulher. Apresentando a trajetória de Cristo e os principais pontos de destaque de sua história bíblica, a Mangueira trabalhou passos amarrados ao contexto social atual, o Jesus das ruas, perseguido, indignado e reprimido pela polícia (apologia aos soldados romanos).

Nas redes sociais, alguns políticos também se manifestaram sobre o desfile. Este foi o caso do Ministro Luiz Ramos.

O filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro, também disparou contra a agremiação. Além de acusar a escola de ser financiada por traficantes, ele disse que se tratava de uma represália.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • J.José | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020, 07h43
    0
    0

    Você já viu alguma pessoa certa em Carnaval, só os que trabalham pra ganhar seu pão.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS