31 de Março de 2020,

Polícia

A | A

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 14h:30 | Atualizado:

Fluxo de veículos leves deve aumentar em 24% durante o Carnaval na BR-163 em MT

Os cinco dias do período de Carnaval, que começa nesta sexta-feira (21) e segue até a Quarta-feira de Cinzas (26), deve deixar a BR-163 mais movimentada. A concessionária que administra o trecho estima que o aumento será de aproximadamente 24% de veículos leves neste período, enquanto o número de pesados pode cair até 13%.

Conforme o levantamento, o dia mais movimentado na rodovia deve ser nesse sábado (22), quando a previsão de aumento é de 55,3% se comparado a outros sábados.

A alta do movimento também é prevista para a terça-feira (25) de Carnaval, com possibilidade de aumento de 43,3% no tráfego.

Segundo a concessionária, esses são os dias mais característicos para as viagens nesse período, sendo o primeiro a data de ida e o segundo a data de retorno da maioria que escolhem passar o Carnaval em outras cidades.

As projeções seguem com aumento de 28% nesta sexta-feira (21), 1,4% na segunda-feira (24) e 19,3% na quarta-feira (26).

De acordo com a concessionária, apenas no domingo o tráfego tende a diminuir. A previsão é de queda de 3,7% de veículos leves na BR-163.

Durante o período do Carnaval, equipes da Rota do Oeste e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estarão em pontos estratégicos da rodovia para fiscalização.

A PRF informou que vai intensificar o patrulhamento em trechos onde o número de acidentes é maior ou onde há acidentes mais graves. Esses números são calculados pela própria polícia e se tornam estatísticas, que agora ajudam a montar o planejamento de fiscalização.

Também haverá restrição para o tráfego de veículos pesados. Nesta sexta-feira a restrição começa é das 16h às 22h. No sábado (22), veículos de carga não podem rodar das 6h às 12h. Já no domingo (23) e segunda-feira (24) tudo normal, e na terça-feira (25) tem restrição novamente das 16h às 22h e quarta-feira (26) das 6h às 12h.

 

 

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS