19 de Outubro de 2019,

Polícia

A | A

Terça-Feira, 08 de Outubro de 2019, 23h:18 | Atualizado:

FARDA LIMPA

Juiz condena homem por tentar subornar policiais em Cuiabá

Orivaldo Ferreira Lobo Junior foi condenado por tentar subornar policiais militares para que não fosse preso. Ele ofereceu um aparelho de celular em troca da liberação, mas foi detido. A condenação foi publicada no Diário de Justiça Eletrônico (DJE) que circula nesta terça-feira (8).

A denúncia do Ministério Público Estadual (MPE) relata que o homem estava em uma moto, com um amigo, e foi abordado por policiais. Em revista, os agentes encontraram vários envelopes de depósitos com indicação de altos valores.

A abordagem ocorreu em 14 de setembro de 2017, na avenida Tenente Coronel Duarte, centro de Cuiabá. Nesse momento, ele teria oferecido o celular Sansung, modelo J2.

O aparelho custa cerca de R$ 450, novo. Durante as investigações, o acusado negou que tivesse tentado corromper os policiais. Disse que não queria desbloquear o aparelho, pois havia imagens da esposa no celular.

A versão foi confrontada pelos militares. Ao fim da instrução processual, o juiz Jorge Luiz Tadeu, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, julgou pela culpa do acusado, que tem antecedentes criminais. “Fixo a pena final, para este delito, 02 anos e 06 meses de reclusão e multa de 15 dias/multa, à base de 1/30 do salário mínimo (à época dos fatos corrigidos até a data do pagamento) o dia/multa, pena esta, que imponho ao réu Orivaldo Ferreira Lobo Júnior”, é a decisão que ainda cabe recurso.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS