24 de Janeiro de 2020,

Política

A | A

Sábado, 07 de Dezembro de 2019, 12h:53 | Atualizado:

PREVIDÊNCIA

AL alega falta de recursos com reforma em MT


Gazeta Digital

maxrussi.jpg

 

Com a necessidade de aumento na alíquota da Assembleia Legislativa por conta de uma determinação do governo federal, a Casa de Leis já demonstrou sua preocupação em como vai bancar esse aumento em 2020. Para o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), é necessário que haja um incremento no duodécimo do Poder. Com o valor a mais, o Legislativo suportaria o aumento da alíquota patronal. 

Segundo Max, o projeto do governo de Mato Grosso é de ir aumentando aos poucos a contribuição. O socialista acredita que a Assembleia terá um ou dois anos para se adequar às novas regras em estudo pelo governo do Estado.

Max destacou que R$ 100 milhões por ano são gastos pela Assembleia hoje para pagar os aposentados, isso porque a parte dos comissionados do Legislativo não fica com a previdência local e os contratados são vinculados ao Regime Geral de Previdência Social (PGRS). "Se fosse tudo nosso não teriamos esse déficit, o dinheiro viria de uma conta e entraria em outra", disse. 

Max destacou que o governo não é amistoso quanto ao aumento do doudécimo, mas lembra que no orçamento de 2019 foi assim também. Destacou que um ajuste foi feito no orçamento do Tribunal de Justiça, por exemplo, para atender ao chamamento no novos juízes. 

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • alexandre | Sábado, 07 de Dezembro de 2019, 16h01
    4
    0

    O caras tem 550 MILHOES ao ano, pra queimar, num a QUADRA, NUMA QUADRA, vem falar em falta de recursos ? que absurdo, corta os privilegios e verbas indenizatorias, cortar os cargos comissionados , é possivel economizar o dinheiro o povo...

  • José | Sábado, 07 de Dezembro de 2019, 15h37
    3
    0

    Parem de roubalheira que o duodécimo é mais que suficiente tem muita sobra de dinheiro na assembleia legislativa tanto é que todos os presidentes e secretários que por aí passaram só não carregaram o prédio da assembleia legislativa porque não cabia nos bolsos

  • Bruno | Sábado, 07 de Dezembro de 2019, 14h38
    3
    0

    Como assim ...a reforma tem objetivo de cortar gastos também.. por que o servidor do executivo está sendo prejudicado? Aumentar duodécimo foi a piada do dia ...cortar gastos da AL, TCe e ministério é obrigação ...vcs não arrecadam nada ...e quer comandar o estado ...o servidor sem rga e inflação subindo ....vcs vao aprovar alguma lei de incremento? Palhaçada

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS