03 de Abril de 2020,

Política

A | A

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 18h:39 | Atualizado:

HECATOMBE PANTANEIRA

Delação de Riva tem 58 anexos e atinge políticos, empresários, membros do Judiciário e pessoas com “status moral”

Decisão indica que pessoas que ainda não foram citadas em esquemas possam aparecer na delação de Riva


Da Redação

rivinha-george (1).jpg

 

A delação premiada daquele que já foi considerado o “maior ficha suja do Brasil”, o ex-deputado estadual de Mato Grosso, José Riva (sem partido), foi homologada pelo desembargador do Tribunal de Justiça (TJ-MT), Marcos Machado. As provas e depoimentos fornecidos pelo ex-parlamentar prometem “abalar” os Poderes constituídos no Estado – do Executivo ao Judiciário, passando, é claro, pelo Legislativo.

O pedido de homologação do acordo de colaboração premiada foi distribuído a imprensa nesta quinta-feira (20). O documento revela a existência de 57 anexos contendo documentos físicos. José Riva deixa expressa sua intenção de colocar a disposição não apenas os seus bens, como também de seus familiares, como forma de devolução dos R$ 92 milhões que se comprometeu a restituir os cofres públicos do Estado. 

Em troca da sua "boa vontade", o ex-parlamentar espera receber alguns dos benefícios previstos pelo instituto da delação premiada. Por exemplo, ele não voltará mais para uma unidade prisional. Suas condenações serão substituídas por 2 anos em prisão domiciliar, com monitoramento eletrônico. Depois, cumprirá um período em regime semiaberto, quando poderá sair de casa durante o dia e se recolher no período noturno.

Na decisão que homologou o acordo, o desembargador Marcos Machado apontou que os crimes revelados pelo ex-deputado estadual atingirão até mesmo “membros do Poder Judiciário”. “O conteúdo da colaboração envolve supostas condutas ilícitas atribuídas a ex-parlamentares e gestores, ocupantes de mandatos e cargos públicos e servidores públicos, além de empresários e pessoas jurídicas, que formaram quadrilha, posteriormente associação e aparente organização criminosa ao longo de mais de duas décadas, institucionalizando a corrupção nos poderes Legislativo e Executivo, a ponto de alcançar, em tese, membros do Poder Judiciário”, adiantou o desembargador.

Marcos Machado narra ainda em seu despacho um contexto sombrio para autoridades públicas que foram citadas por José Riva em seus depoimentos. Na avaliação do magistrado, as condutas ilegais presentes nos autos irão atingir homens e mulheres que se apresentam com “status de idoneidade moral”.

Ou seja, existe a expectativa de que o ex-deputado tenha citado pessoas que ainda não apareceram em esquemas de corrupção no Estado. "O histórico de fatos políticos e administrativos, por si, invoca a aplicação do instituto da colaboração premiada, seja para necessária reversão das práticas políticas instaladas e desenvolvidas no âmbito dos poderes políticos no Estado de Mato Grosso, de modo a restaurar o interesse público primário e resgatar os primados da lei e da ordem, seja para revisar biografias de homens/mulheres públicos (as) ou que se apresentam com status de idoneidade moral e respeitabilidade social", esclarece Marcos Machado.

Apesar dos depoimentos ainda se encontrarem sob sigilo, um dos fatos que teriam sido revelados por José Riva em sua delação premiada foi o famigerado “Mensalinho”. O esquema consistia na destinação de verbas (duodécimo) à Assembleia Legislativa, pelos ex-governadores de Mato Grosso (de Dante de Oliveira à Silval Barbosa), e desviada ilegalmente para “comprar” o apoio dos deputados estaduais em favor do Chefe do Poder Executivo que ocupava o posto na ocasião.

Por mais esdrúxulo que possa parecer, a propina ilegal contava até mesmo com um “13º” – como a maior parte dos trabalhadores honestos brasileiros possuem.

 

Postar um novo comentário

Comentários (29)

  • abiloni | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 20h10
    0
    0

    joao do porrete, vc viu a irma dele, uma tal d trezinha. ta milionaria, so na aba do chapeu

  • José | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 09h57
    2
    0

    Foi o ministro Luiz Fux quem falou não sou eu que estou falando que existia um sistema de corrupção generalizada em todos os poderes do Estado de mato grosso ! E não não pensem que por o ministro ter falado isso o sistema de corrupção acabou

  • ROBERTO RUAS | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 09h15
    8
    0

    O mais escroto nessa história é o fato de que a filha desse LADRAVAZ , é uma deputada eleita. Já pensou? Que tipo de eleitor pode " dejetar" O NUMERO DELA NA URNA e eleger a filha de uma homem desses? E ao que me consta as RATAZANAS que vendiam vaga no TCE , e as RATAZANAS que compravam vagas , orientadas e articuladas por esse LADRAVAZ , continuam recebendo seus gordos salários , mesmo estando afastados a anos . Por isso eu direi enquanto voz tiver ; o problema deste país é ESSA MERDA DE CONSTITUIÇÃO que temos, feita sob encomenda por essa mesma ESCUMALHA DOS INFERNOS que nunca é punida por tantos desvios do sagrado imposto que cada brasileiro de MT paga.

  • Zumbi | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 08h45
    6
    0

    Sera que vai dar alguma coisa ??? eu ja duvidava que daria , agora que sei que tem pica grossa do judiciário envolvido , ai que não vai dar em nada mesmo....aguardem e aguardem

  • Rosário Oeste | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 08h36
    1
    0

    O CONCURSO CHOA DA POLICIA MILITAR....KKKK....delação do riva

  • pantanal | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 08h33
    1
    0

    E SO GENTE PODRE O QUE MAIS TEM /// FACHADA SO DESU NA CAUSA ....

  • alberico | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 08h07
    3
    0

    A delação do Riva está por um fio.... Sergio Ricardo que o diga.....

  • pedalada | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 07h58
    3
    0

    "A delação premiada daquele que já foi considerado o “maior ficha suja do Brasil”, já foi? Não é mais? Duvido.

  • cuiabano | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 07h53
    5
    0

    É POR ISSO QUE OS CARAS METEM A MÃO GRANDE MESMO, O FDP VAI DEVOLVER 92 MILHÕES, QUE PARA ELE É DINHEIRO DE PINGA, E SUAS CONDENAÇÕES SERÃO SUBSTITUÍDAS POR 2 ANOS EM PRISÃO DOMICILIAR, DESFRUTANDO DA SUA RIQUEZA, E É ISSO AÍ, ESTOU COM NOJO DESSE NOSSO BRASIL VIU!

  • fernando spencer | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 07h44
    3
    0

    o cara ROUBA tudo em uma casa ! passa bosta na parede ! 5 anos depois , volta e devolve um radio velho !!! oque que linda acao criminoso o PAPAI TJ DeMT tem uma boa noticia para vc , !! nao vai a balada sabado !!!! ta bom !!!! essa e a justica do pais onde o crime compensa !!!!!!

  • Elisa | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 07h39
    2
    0

    Dá nada não....

  • Marlan | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 06h25
    3
    1

    METE A TACA RIVA, NA HORA DE COMER O BOLO ESSA QUADRILHA COMEU QUE LAMBUZOU E DEIXOU A SUJEIRA. NAS SUAS COSTAS. ENTREGA MESMO ESSE BANDO DE CORRUPTOS E ASSIM FARÁ UM BEM A SOCIEDADE, AINDA QUE TENHA FEITO MUITO MAL NO PASSADO...

  • Joao do porrete | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 01h49
    23
    2

    EM RONDONÓPOLIS SEBASTIÃO REZENDE DEPUTADO DA ASSEMBLEIA DE DEUS NAO.ANDA NEM NA RUA COM MEDO ESSE SEGUNDO A DELACAO LEVOU MAIS DE 7 MILHÕES

  • Luiz Roll | Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 00h26
    28
    0

    Deveriam quebrar o sigilo antes da eleição de senador, ia acabar com metade da concorrência e além disso impediria que algum infrator ganhasse imunidade!

  • Povo de Matogrosso | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 22h27
    30
    0

    Quero ver quem do judiciario que finalmente vai ser preso. Aposentar e ficar em casa recebendo dinheiro nosso não é punição. E quem vai cumprir pena? Todos os grandes estão soltos, ou seja, o crime compensou. Eder Moraes tem 80 anos de cadeia pra cumprir e ta tomando vinho de 5 mil. Silval já ta dando festa regada a champanhe e vinho. Um tapa na cara do povo.

  • Analista Político | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 22h04
    29
    3

    Que o Diabo te receba de braços abertos Riva, porque a Justiça do MT já te absolveu, lamentável.

  • Ggm | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 21h33
    34
    4

    Depois falam que o crime não compensa.

  • Paulo | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 21h06
    27
    6

    Tem que dizer também que a deputada sempre se beneficiou do dinheiro roubado, sendo assim quem se beneficia do roubo , é o que também ????

  • Mário Figueiredo | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 21h04
    25
    1

    Essa afirmativa "os crimes revelados pelo ex-deputado estadual atingirão até mesmo “membros do Poder Judiciário”é de causar preocupação ele não ficou impune por décadas de "graça" esses ilustres serão punidos como? Com aposentaria compulsória como tem sido até agora? Bela Pizza!!!

  • Adonis | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 21h01
    26
    1

    Vai dar em nada. Ainda vai passar como mentiroso. Delatou semente Santos e Puros kkkkkkk

  • Nilza | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 21h00
    22
    1

    MEU PAI SEMPRE FALAVA QUE O ÚNICO LUGAR PARA ESSA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA COMANDADA PELO DELATOR É NA CADEIA.

  • Galdencio | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 20h26
    28
    2

    Vai devolver essa merreca diante do roubo astronômico que cometeram. Vai ficar leve, rico e solto. Aos que foram deletados não acontecerá nada, pois essa justiça é uma verdadeira panacéia composta por um bando de lixo desqualificados. Porque o segredo de justiça? Porque membros do STF está envolvido com toda a certeza. Em fim sobrou para o contribuinte.

  • marcia | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 19h43
    25
    1

    não vai cumprir nenhum dia na prisão??? so vai devolver 92 milhões???? assim ta facil

  • Andre | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 19h41
    37
    2

    Gente, a filha do cara será a próxima presidente da assembleia, nora de senador influente, completamente alinhada com os poderes e vocês ainda acreditam nisso? Isso tá sendo costurado por todos os interessados, e não vai dar em nada, no final. Esse Estado não tem mais jeito. É promotora de justiça com vaidade de celebridade, é juiz e desembargador que frequenta casa de políticos do Estado e por aí vai. Isso é entre eles, para nós mortais, só cabe a revolta e engolir goela abaixo.

  • Dona Matilde | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 19h23
    22
    1

    Quando é assim só denunciou oreia seca, copeira do tribunal etc, senão o dôto não poderia homologar a tal delação... Que piada!

  • Sérgio | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 19h16
    21
    0

    Nessas delaçoes, só se fala oque todos já sabiam, dão de bons moços entregando bens de família, contas zeradas em bancos. Mas ninguém fala do dinheiro e patrimônio escondido, dos laranjas, e dos esquemas que continuam.

  • Carlos | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 19h06
    24
    0

    Será que os membros do judiciario e MP também serão punidos por igual?

  • Servidor | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 19h00
    27
    1

    Depois desta delação do Riva será que a população ainda vai continuar a acreditar neste discurso infame de que os servidores é que estão quebrando as finanças do Estado? Os bandidos que roubaram o Estado tem que irem pra cadeia e devolver integralmente aquilo que roubaram.

  • Marcelo | Quinta-Feira, 20 de Fevereiro de 2020, 18h52
    28
    2

    Tô atchando que tem dgente sem dormir na baitchada hein.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS