05 de Agosto de 2020,

Política

A | A

Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 19h:00 | Atualizado:

CONTRA-ATAQUE

Deputado vê politicagem em pedido de cassação e desafia presidente da AMM

Sílvio Fávero ainda disse que não considera Neurilan Fraga como representante da AMM, pois sequer é prefeito


Da Redação

neurilan-faveropronto.jpg

 

Acusado de espalhar fake news, o deputado estadual Silvio Fávero (PSL) rebateu à representação instaurada pelo presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga, nesta terça-feira (14). Visivelmente irritado, o parlamentar declarou durante a sessão extraordinária que Fraga fez “politicagem” ao abrir a reclamação contra ele na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia. 

“O senhor está fazendo isso porque o senhor quer ser candidato a senador e vai levar um cacete das urnas. Vamos tirar essa diferença em Nortelândia, que é a sua cidade. O senhor já perdeu e vai perder de novo, porque o prefeito que você apoiar eu vou ser contra”, disparou. 

Nesta segunda-feira (13), Fávero foi representado pela AMM por ter utilizado a tribuna da Assembleia Legislativa para propagar informações falsas e afirmar que cada prefeito de Mato Grosso recebe o valor de R$ 19 mil por cada morte atestada por Covid-19. A representação pode gerar até processo de cassação contra o deputado. 

Diante das acusações, o político respondeu dizendo que Fraga sequer teria competência para ocupar a representação das 141 cidades mato-grossenses.  “Primeiro, o Neurilan tem que testar seu nome nas urnas, porque pelo que eu me lembre, tem que ser prefeito para ser presidente da AMM”, complementou. 

O parlamentar prosseguiu com a "metralhadora" giratória, colocando em xeque as ações da associação e a aplicação dos recursos arrecadados pela AMM. “Ele tem R$ 14 milhões no orçamento, como é administrado esse dinheiro? Porque a AMM ao invés de querer vir calar minha boca, não pega esse valor para investir. Por que o presidente não vende essa babilônia que tem no centro de Cuiabá e distribui para os municípios. O que ele está fazendo com esse dinheiro todo ele arrecada? Fora os adicionais de R$ 50 milhões a mais”, disparou.  

No fim de sua fala, Fávero deixou claro que apesar da “intimação” não iria se calar. “Pode me representar várias vezes, eu não tenho pingo de medo. Pode mandar mais umas dez que eu vou responder e tomar cerveja”, concluiu.  

 

 



Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Sidney | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 21h49
    0
    0

    O deputado deveria reconhecer o seu erro, seria um gesto de grandeza para com os prefeitos. Sua acusação foi muito séria, comprovadamente ser falsa.

  • Sidney | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 21h43
    0
    0

    Seria melhor o deputado reconhecer o seu erro, seria um gesto de grandeza para com os prefeitos, foi muito sério a sua denúncia, provada não ser verdadeira.

  • OPORTUNISTA | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 20h00
    1
    3

    Esse NEURILAN FRAGA não tem voto nem pra ser presidente de BAIRRO!!!!! MPE vão investigar os contratos da AMM, veja como é administrado o dinheiro dos Municípios de MT.

  • Tj | Terça-Feira, 14 de Julho de 2020, 19h16
    3
    1

    Não estou aqui defendendo a AMM, até porque essa associação é desnecessária, porém vejo que mais uma vez o deputado mostrou todo o seu despreparo para ser um fiscalizador dos atos do executivo. É totalmente inconcebível imaginar que um município receberia 19 mil por mortes, isto seria premiar a incompetência administrativa de quem não investiu, é lamentável um deputado ser tão despreparado e não saber o que diz. Outro ponto é que para ser presidente da AMM não é necessário ser prefeito em atividade, isto porque o estatuto da AMM permite. Acredito que o Deputado deveria estudar mais e conhecer melhor a sua função! Muitos deputados são eleitos e não sabem nem o que estão fazendo, pelo visto, este é mais um destes.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS