28 de Março de 2020,

Política

A | A

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 10h:13 | Atualizado:

LANÇAMENTO SUSPENSO

Homem alega ser dono de terreno de Hospital Veterinário de Cuiabá


Da Redação

donohospitalveterinario.jpg

 

O empresário Luiz Alberto Gebrim interrompeu a cerimônia de lançamento do primeiro Hospital Veterinário Municipal, na manhã desta segunda-feira (17), alegando ser o proprietário do terreno que a Prefeitura de Cuiabá pretende utilizar para construir o prédio. Diante da confusão, o evento foi cancelado. 

Com documentos em mãos, Luiz acusou a prefeitura de apropriação e alegou ser dono do terreno desde 2010 quando comprou a área e formalizou a escritura. Ele garante que não há qualquer irregularidade, inclusive o pagamento do IPTU está em dia. 

“A prefeitura quebrou minha porteira, eu quero que ela [prefeitura] repara o que ela fez. Essa não é uma área de reserva, não é uma área verde. É uma área particular”, afirmou.

Segundo ele, o terreno está cercado e assim que notou a movimentação no terreno entrou em contato com a Secretária de Meio Ambiente para entender o que estava acontecendo. “Eu fui na engenheira Silvia, conversei com ela, entreguei a documentação pra ela. Quem estava fazendo a terraplanagem aqui é o Fernando, eu chamei o Fernando, ele falou que ia paralisar a obra e que não ia mais fazer enquanto a gente não resolvesse”.

O projeto da prefeitura prevê construção de uma unidade médica veterinária para atender gatos e cachorros gratuitamente, com exames laboratoriais, consultas e cirurgias. O local é em frente ao Cemitério Parque Bom Jesus, instalado na  Rodovia Palmiro Paes de Barros.  

Consta na documentação que o local possui 119 hectares e uma área de 2.385 m². “Tá muito estranho. Eu quero um esclarecimento, quero saber como vai ficar, se a prefeitura vai me pagar, se vai me indenizar. Estou entrando hoje com um mandado de segurança”, disse. 

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano de Cuiabá, Juarez Silveira Samaniego, a documentação apresentada não condiz com o terreno e acredita que o espaço tenha sido vendido com o registro irregular.  “O documento que ele está apresentado é um documento da gleba Bela Vista e não está nessa região. Essa gleba chama-se Minador, ela está na região do Parque Cuiabá. Então, ele pode ser um comprador de boa fé de terceiro que fez uma montagem de documento dessa área”, explicou.

Ainda segundo Juarez, o município vai recorrer à justiça para poder comprovar a posse do município. “Os procedimentos é tranquilo, é judicial para comprovar que a área é do município de Cuiabá”, finalizou.
Após a confusão, o prefeito Emanuel Pinheiro (MBD) utilizou as redes sociais para se manifestar sobre o fato. Segundo ele, casos de reintegração de posse são reincidentes no município, contudo, precisam ser resolvidas. Com isso, o chefe do Executivo Municipal esclarece que as obras ficaram suspensas até que a situação do terreno seja regularizada. “Eu suspendi o lançamento da obra, até que essa situação seja toda ela esclarecida. Aqui em Cuiabá é muito comum essa luta por áreas públicas de todas as regiões da cidade, pessoas aparecerem tempos depois com documentos em mãos como é o caso. Mas pra não cometer nenhuma justiça e nenhum mal-estar desnecessário, 10,15 dias não vai alterar em nada o lançamento desta obra”, esclareceu.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Ada | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 15h06
    0
    1

    E uma jogada para adiar as obras e sumir com o dinheiro.

  • D.O.A | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 12h39
    0
    1

    e claro q e uma jogada politica para capitalizar votos, e qdo ganhar vai abandonar alegando falta de recurso, mas seria bom pelo menos entregar pq ai as Ongs podia assumir depois.

  • moreira | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 12h19
    4
    2

    O paletó querendo roubar propriedade alheia. Intervenção militar nesse larápio!!!

  • Paulo Aquino | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 11h30
    2
    0

    Caveira, vc leu toda reportagem? Parece que o senhor que diz ser dono do terreno, ele provavelmente foi vítima de golpe na venda de terreno, esse tipo de golpe acontece sempre, principalmente nas periferias

  • Paulo Aquino | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 11h29
    2
    0

    Caveira, vc leu toda reportagem? Parece que o senhor que diz ser dono do terreno, ele provavelmente foi vítima de golpe na venda de terreno, esse tipo de golpe acontece sempre, principalmente nas periferias

  • MÃE. DINA | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 11h19
    0
    0

    FOI. O. MESMO. SURURU.....NO. GALINHEIO......COM. O. TERENO....ONDE. E. O. HOSPITAL. MUNICIPAL......GRANDE. OBRA. QUE. I. ESTA......NOS. SERVINDO. E. COMO.....AGORA. GOVERNAR. CUIABA.....DOS. BAIROS. PARA. O. CENTRO. COMO. HOJE. NUNCA. VI. OLHA. QUE. MÃE. DINA....SABE. DAS. COISAS. E. COMO.

  • caveira | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 11h04
    8
    7

    kkkkkkkkk mas jáaaaaa que feio prefeito querendo grilar área particular, kkkkkkkk como eu disse esse projeto é só para puxar votos, não cuida nem de vidas humanas vai cuidar da vida de bichos? o senhor prometeu concluir o posto de saúde do Real Parque, que é ai bemmmm pertinho, concluiu? nem o mato tirou, as escolas municipais do bairro Real parque e parque cuiabá estão só pela misericórdia, toda lascada, suja 4 anos sem pintar e reformar e vc promete fazer hospital veterinário? só trouxa pra acreditar em suas promessas. aprendeu bem com o Pinóquio santos.

INFORMES PUBLICITÁRIOS

MAIS VÍDEOS